Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 24 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2020
ERICA ROMÃO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC MULTI 2020 NOV
Reisinger Ferreira
PMMC NOVEMBRO AZUL

Despejo de esgoto no Rio aumenta em 5 anos e chega a 71 toneladas por dia

22 SET 2015 - 08h01

O despejo de poluentes no Rio Tietê aumentou 2,23% em cinco anos no Alto Tietê. Dados da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) apontam que seis cidades da região despejam esgoto e outros tipos de carga poluidora no rio mais importante do Estado. Em 2009, a quantidade chegava a 69,7 toneladas por dia. No ano passado, este número subiu para 71,3 toneladas por dia. Os números de 2014 são os mais recentes divulgados pela companhia e fazem parte do relatório de Índice de Qualidade da Água, realizado anualmente.

Além de apontar a qualidade da água, a pesquisa traz outros dados como a quantidade de esgoto e água tratado em cada cidade da região. Os dados ajudam a companhia a nortear as ações que precisam ser realizadas no rio em que tem seu dia comemorado hoje.

A quantidade de poluentes no rio aumentou mesmo com o projeto do governo do Estado que prevê a diminuição da poluição no rio. O projeto foi dividido em três etapas e tem investimentos alto ultrapassando R$ 2 bilhões (veja mais em matéria abaixo).

CIDADES

A cidade de Mogi das Cruzes é a que despeja maior número de poluentes no rio. A quantidade ultrapassa 20,9 toneladas por dia. Por conta disso, o rio que tem uma carga poluidora baixa no município, chega a Suzano com praticamente nenhum oxigênio, ou seja, sem vida. A situação preocupante da quantidade de esgoto despejada foi frisada recentemente pela Fundação SOS Mata Atlântica durante a Expedição Rio Tietê que passou pelos trechos do rio na região.

A segunda maior poluidora é Itaquaquecetuba, com mais de 18,8 toneladas despejado por dia, seguida de Suzano, com 14,7 toneladas diárias. Biritiba Mirim e Mogi das Cruzes foram as únicas cidades que apresentaram aumento no despejo de poluentes entre 2009 e 2014 (veja quadro nesta página).

O Rio Tietê tem mais 1,1 mil quilômetros de extensão e é o rio mais importante do Estado. A nascente dele fica em Salesópolis. A degradação do rio teve início na década de 1920, porém a situação se agravou em 1960. Anteriormente, o rio tinha peixes e era utilizado para práticas esportivas.

EVENTO

Hoje, a SOS Mata Atlântica vai realizar o descerramento de uma placa apontando o exato local onde o Rio Tietê "morre", ou seja, trecho no qual a qualidade da água passa a variar de ruim a péssima na cidade de Mogi.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias