Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 12 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/12/2019
Evatânia Psicopedagoga

Dezembro Vermelho conta com testes de HIV e sífilis e palestras de orientação

Ações especiais na rede municipal ocorrem no mês dedicado à conscientização e ao combate da Aids

Por de Suzano04 DEZ 2019 - 08h00
Pessoas interessadas em realizar o teste poderão comparecer à unidade de saúde mais próxima de sua residência ou ao SAE/CTA e apresentar documento com fotoFoto: Wanderley Costa/Secop Suzano

A Secretaria de Saúde de Suzano realiza ações especiais em alusão à campanha nacional Dezembro Vermelho, dedicada ao combate da Aids. Todos os postos da rede municipal oferecem testes rápidos e laboratoriais e fazem encaminhamentos para a sede do Serviço de Atendimento Especializado/Centro de Testagem e Aconselhamento(SAE/CTA), localizado na rua Batista Renzi, 186, no centro, caso necessário. No último sábado (30), véspera do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, houve esse atendimento durante a mobilização especial de vacinação contra o sarampo. 

Pessoas interessadas em realizar o teste poderão comparecer à unidade de saúde mais próxima de sua residência ou ao SAE/CTA e apresentar documento com foto. O sigilo é garantido durante todas as etapas de coleta, divulgação de resultado e acompanhamento.

Além dos exames nos postos de saúde, a programação conta com ações nas unidades de Centro de Atenção Psicossocial (Caps) instaladas no município direcionadas aos usuários. Na segunda-feira ocorreu no Caps Alumiar e nesta terça no Caps Álcool e Drogas. Na quinta-feira (5) será realizada uma palestra no Caps Entrelaços, voltado ao público infanto-juvenil (rua Anita Falcone, 170 – Vila São Francisco). A mesma atividade ocorrerá na sexta-feira (6) no Caps Devir (rua Eliziel Alves Costa, 223 – Centro). 

Segundo o secretário de Saúde de Suzano, Luis Cláudio Guillaumon, a informação é a principal arma para o bem-estar da população. “O Sistema Único de Saúde (SUS) garante o acesso gratuito para os medicamentos que combatem HIV e é fundamental que as pessoas infectadas estejam informadas para iniciar o mais breve possível o tratamento”, explicou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias