Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 24 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/10/2020
PMMC COVID VERDE
Pmmc Sarampo Outubro
ÚNICCO POÁ
Reisinger Ferreira
SOUZA ARAUJO
Cidades

Educação prossegue com projeto ‘Prevenção à Violência Escolar’

Ao todo, foram instituídos comitês gestores para as três regiões de Suzano: Centro, Norte e Sul

Por de Suzano27 SET 2020 - 14h14
Educação prossegue com projeto ‘Prevenção à Violência Escolar’Foto: Divulgação
A Secretaria de Educação de Suzano informou que a execução do projeto “Prevenção à Violência Escolar: Implantação das Comunidades Educadoras”, que vem ocorrendo desde o ano passado em parceria com o Instituto Cultiva, não foi interrompida. Tanto que nesta quinta-feira (24 de setembro), a pasta oficializou a implantação de comitês gestores que passam a constituir uma rede de proteção de alunos da rede municipal de ensino.
 
Trata-se de uma iniciativa da Prefeitura de Suzano que visa dar soluções para situações diversas envolvendo as crianças e suas famílias, por meio da atuação das 33 escolas envolvidas e também dos integrantes desses recém-criados grupos intersetoriais, que contam com representantes não só da Educação como também das Secretarias Municipais de Saúde, de Cultura, de Esportes e Lazer, de Assistência e Desenvolvimento Social e de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego, dos Conselhos Tutelares e dos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdicas), de Saúde e de Cultura.
 
Ao todo, foram instituídos comitês gestores para as três regiões de Suzano: Centro, Norte e Sul. Cada um é composto por 30 a 40 pessoas que integram os setores municipais relacionados na iniciativa. Na prática, os articuladores das escolas visitam residências de alunos a fim de se verificar se há a necessidade de atuação do Poder Público, tanto em questões pedagógicas como também em situações que extrapolam o campo da Educação, e elaboram relatórios que serão encaminhados aos comitês.
 
Caberá a cada um desses grupos analisar os documentos enviados pelas unidades municipais que estão inseridas nas suas regiões de atuação e definir as medidas mais indicadas e a urgência necessária, desde a inscrição da criança em uma atividade extracurricular como forma de complementar sua formação até a inclusão de membros de sua família em cursos de capacitação ou em banco de vagas de emprego, por exemplo. Até o momento, há relatórios de 294 casos – após visitações realizadas há mais de um ano – prontos para serem avaliados. A primeira reunião dos comitês, que será mensal, ocorrerá no dia 5 de outubro, por meio de videoconferência em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).
 
A execução do projeto “Prevenção à Violência Escolar: Implantação das Comunidades Educadoras” ocorre a partir da atuação conjunta com o Instituto Cultiva, contratado por meio de chamamento público pelo período de 18 meses (prazo se encerra em dezembro de 2020). A entidade prestou assessoria para elaboração da proposta, treinamento dos envolvidos, realização das visitas e análise dos relatórios.
 
Participaram do encontro virtual desta quinta-feira o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, o secretário municipal de Educação, Leandro Bassini, o presidente do Instituto Cultiva, Rudá Ricci, os coordenadores do projeto, Eliane Alencar e Nestor Guerra, representantes das demais pastas e conselhos envolvidos, membros da instituição e diretores e coordenadores das 33 escolas contempladas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias