Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
SOUZA ARAUJO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ

Em 8 meses, homicídios representam 80% dos registros do ano passado

26 SET 2015 - 08h01

Nos oito primeiros meses deste ano, Suzano registrou 24 homicídios. O número representa 80% dos casos do ano passado, quando a cidade contabilizou 29 mortes violentas. Os dados foram divulgados ontem pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) e fazem parte das estatísticas mensais.

Entre janeiro e agosto do ano passado, a cidade registrou 19 assassinados, o que representa um aumento de 26,32%. Neste ano, os meses com maior número de registros foram julho e maio, com cinco casos cada. Janeiro também teve um número alto de registros, quatro; seguido de fevereiro, com três assassinados e abril, junho e agosto, com dois casos. Em março houve um homicídio.

No ano passado, o mês com maior número de registro foi janeiro e março, com quatro registro cada; seguidos de junho, com três assassinatos. Maio, julho e agosto contabilizaram dois casos cada e, fevereiro e abril, um caso.

OUTROS CRIMES

Assim como nos meses anteriores, os casos de roubos e furtos tiveram a maior quantidade de registros de Boletim de Ocorrência (B.O.), com 1.358 e 1.385, respectivamente

Além disso, foram registrados 501 roubos de veículos 541 lesões corporais dolosas, 19 tentativas de homicídio, 52 estupros e 274 lesões corporais dolosas por acidente de trânsito. Dois tipos de crimes mantiveram zerados os registros: homicídio doloso por acidente de trânsito e latrocínios.

Com relação à produtividade policial, Suzano registrou 1.404 inquéritos instaurados, 158 ocorrências de tráfico de entorpecentes, 367 flagrantes registrados, 439 pessoas presas em flagrante e 612 prisões efetuadas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias