Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 22 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2020
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO
Reisinger Ferreira
PMMC OUT ROSA

Em oito meses, 81 veículos são multados por emissão de fumaça

02 AGO 2016 - 08h00

Em oito meses, 81 veículos a diesel foram multados nas estradas do Alto Tietê pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). O valor recolhido com as autuações chega a R$ 148.365. O balanço foi publicado por meio de edital no Diário Oficial do Estado (DOE). De acordo com a Cetesb, a fiscalização de caminhões, ônibus e outros automóveis movidos ao combustível derivado do petróleo é rotineira e verifica, principalmente, o excesso da emissão de fumaça preta, mas enquadra também a circulação e estacionamento em local sujeito a episódio crítico de poluição do ar.

No Alto Tietê, de 10 dezembro de 2015 até julho, 81 veículos foram fiscalizados. As multas foram praticamente por excesso de emissão de fumaça preta no ar. No entanto, os valores cobrados aos motoristas variam entre R$ 1.413 e R$ 2.826, mas em alguns casos pode chegar aos R$ 11.304. Das dez cidades da região, apenas os condutores que trafegaram por Biritiba Mirim e Poá não sofreram penalidades. Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos, por outro lado, foram os municípios que tiveram mais motoristas autuados.

Para se ter uma ideia, 17 motoristas mogianos pagarão um total de R$ 35 mil, em Ferraz e Itaquá o valor cai para R$ 31 mil. Entre as vias mais fiscalizadas estão o Trecho Leste do Rodoanel Mario Covas (SP-21), Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31), Rua Doutor Prudente de Moraes (SP-66), Salim Farah Maluf, Jacu Pêssego, Via Anchieta, Marginal Tietê e Dutra.

De acordo com a Cetesb, os poluentes emitidos pelas industrias, comércios e, principalmente, veículos, agridem a saúde da população, assim, fiscais circulam por todo Estado para verificar os automóveis. "Caso eles detectem um veículo com excesso de fumaça, aplicam a multa por meio da ‘Escala de Ringelmann’. Posteriormente, a multa é enviada ao endereço do proprietário. Nos comandos de fiscalização, os veículos são parados e o motorista recebe a multa na hora", explica a Cetesb.

O sistema é composto por um cartão com um furo no centro. Ao redor do furo são impressos cinco padrões de cinza, do mais claro até o preto. O fiscal olha pelo furo em direção ao veículo que está sendo verificado e compara a cor da fumaça aos padrões de cinza. Caso a cor da fumaça seja igual a três, quatro ou cinco, o veículo é multado. Para evitar a infração, o motorista de veículo a diesel deve manter o motor sempre regulado, além de trocar regularmente os filtros e outras peças de acordo com as instruções do fabricante.

A multa emitida pela Cetesb não acarreta na diminuição de pontos na habilitação, no entanto, o motorista que for autuado não poderá licenciar o veículo enquanto não pagar ou parcelar a penalidade. Além disso, o proprietário do veículo poderá recorrer da multa. Para fazer denúncias ou solicitar outras informações Disque Meio Ambiente 0800 11 35 60 ou acesse o site www.cetesb.sp.gov.br.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias