Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 12 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/11/2019
PMMC NOVEMBRO AZUL
Pmmc Refis 2019
COLÉGIO PLENITUDE
PMMC SEGURANÇA
Escola Estadual

Empresa detalha reforma para mudar imagem da Raul Brasil

Empresa responsável pela reforma vai construir jardins e alterar a entrada principal. Obras se iniciaram

Por Fernando Barreto - de Suzano09 NOV 2019 - 21h00
Escola Raul Brasil passa por reformaFoto: Divulgação Secretaria de Educação do Estado
A empresa responsável pela reforma da Escola Estadual Professor Raul Brasil, a Athié Wohnrath, informou que a reforma busca mudar o paisagismo da escola, a fim de tirar a imagem negativa que ficou após o massacre. A empresa vai criar jardins e inverter a entrada principal.
 
Segundo a assessoria de imprensa da empresa, atualmente são 15 funcionários trabalhando na reforma, entre arquitetos, conceituadores e engenheiros, mas afirmam "que com o tempo e a demanda que a obra exigir, o número de funcionários pode crescer para mais de cem".
 
"A empresa vai fazer uma mudança no paisagismo da Raul Brasil. O local onde ocorreu o massacre vai se transformar em um jardim, e outras áreas também vão passar por essa mudança", explicou a assessoria.
 
Além do visual, a Athié Wohnrath vai modernizar a escola, "criando novos espaços que não existiam e melhorando outros que estão na escola".
 
"A presença de um conceituador vai ajudar a dar uma visão nova. A Athié vai demolir prédios que lembram o massacre ou que estejam velhos", disse.
 
A entrada da escola também vai ser alterada. Atualmente a entrada principal, a mesma usada pelos assassinos, está na Rua Otávio Miguel da Silva, mas a Athié informou que vai alterá-la para a Rua José García de Souza. "Queremos ajudar as crianças e jovens a não lembrar o que ocorreu na Raul Brasil, e a mudança de entrada é uma possibilidade de ajudar a esquecer", completou.
 
Conclusão
A empresa responsável pela obra disse que "tudo está caminhando para concluir a obra em março", mas também não especificou uma data.
 
"Vamos fazer a obra para entregá-la aos alunos no ano que vem. Nosso objetivo era ter começado antes, mas por alguns atrasos na busca de um novo local para hospedar os alunos, a obra atrasou. Esperamos que nenhum contratempo aconteça", concluiu a empresa.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias