Envie seu vídeo(11) 4745-6900
sábado 10 de abril de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/04/2021
CENTRO MÉDICO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Sec de Governo -  CORONAVIRUS - VACINA CONTRA A FOME
Magic City
Educação

Escolas estaduais e particulares amanhecem fechadas em Suzano

Decisão foi tomada devido ao aumento da taxa de ocupação dos leitos para pacientes infectados pelo coronavírus

Por Thiago Caetano - de Suzano04 MAR 2021 - 11h02
Escolas estaduais e particulares amanhecem fechadas em SuzanoFoto: Regiane Bento/DS
Escolas estaduais e particulares amanheceram com portões fechados na quarta-feira (3) em Suzano. As instituições aderiram a medida da Prefeitura de Suzano, que proibiu a realização de atividades em escolas (estaduais, municipais e particulares), parques e jardins. 
 
O DS passou em frente a algumas escolas. Os portões estavam fechados, mas havia carros nos estacionamentos, que indicava a presença de funcionários no local. A decisão foi tomada devido ao aumento da taxa de ocupação dos leitos para pacientes infectados pelo coronavírus (Covid-19). Segundo a Prefeitura, a taxa saiu de 21,8% para 71,8% em duas semanas.
 
No Parque Municipal Max Feffer, os portões estavam abertos apenas para a imunização de idosos com idade entre 77 a 79 anos, na Arena Suzano. Praticante assíduo de ciclismo, Fernando Araújo foi pego de surpresa com a decisão. Em sua opinião, o parque não deveria ser fechado. “Entendo a situação, mas deveriam deixar o parque aberto para a população”, disse. 
 
O DS também entrou em contato com escolas particulares de Suzano. Claudinei Correa, diretor de um colégio na Vila Amorim, confirmou que a instituição não abriu as portas para os alunos hoje. Contudo, o diretor ainda aguardava o decreto oficial da administração municipal. “Se não houver decreto, voltaremos normalmente. Se decidirem fechar, nós estamos preparados para voltarmos com o ensino híbrido”, conta. 
 
Ele explicou que pais de alunos ainda tinham dúvidas sobre a decisão. Os pais querem o retorno das aulas. “Muitos pais ainda têm dúvidas. Eles querem a volta das aulas presenciais. Muitos precisam trabalhar e com as crianças em casa dificulta bastante”, explicou. 
 
Em outro colégio, localizado no Jardim dos Ipês, a diretora pedagógica Lucimeire Ferreira, disse que a escola realizou os atendimentos normalmente. No entanto, ela ressalta que poucos alunos compareceram nas aulas. Ela também, aguardava pelo posicionamento oficial da prefeitura.
 
Lucimeire também afirma que alguns pais não sabiam da informação. “Tivemos pais que não tinham conhecimento da informação. Funcionamos normalmente, mas com um número reduzido. Estou no aguardo do decreto”, finalizou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias