Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 12 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/12/2019
Evatânia Psicopedagoga
Cidades

Especialista dá dicas para quem quer abrir negócio

Por Fernando Barreto - de Suzano21 JUL 2019 - 13h12
Especialista dá dicas para quem quer abrir negócioFoto: Sabrina Silva/DS
A especialista em gestão de negócios, em gerenciamento de projetos e administradora de empresas, Vivian Sant'Anna, participou do programa DS entrevista. 
 
No programa ela deu dicas e conselhos para quem quer abrir o próprio negócio. Ela também sanou dúvidas sobre o tema, que são recorrentes para quem vai abrir um comércio ou empresa.
 
Um das dúvidas frequentes sobre abrir o próprio negócio está em 'se vale a pena'. Vivian diz que vale sim, visto que em você 'ser uma pessoa jurídica' (P.J) facilita para o mercado atual. "Hoje, muitas empresas querem um serviço seu, mas não por 30 dias, mas sim esporadicamente. Então, você ser uma pessoa jurídica permite isso", disse Vivian.
 
Conforme afirmou Vivian, há inúmeros tipos de empresa. Ela diz que as pessoas precisam ver 'a que mais se encaixa com aquilo que cada um precisa'. 
 
Hoje, existe a opção, por exemplo, do Micro Empreendedor Individual (MEI). Que é uma forma de alguém abrir um CNPJ, pagando taxas mínimas. Porém, a Vivian salienta a necessidade de ver o que você precisa. 
"Hoje o MEI é muito útil para as pessoas. Mas ela atende apenas algumas categorias, então a pessoa precisa ver aquela categoria que se aplica ao ser negócio. Por exemplo, se eu quero ter um sócio, eu já não posso ter um MEI", explicou a especialista.
 
Vivian alerta para o planejamento que as pessoas precisam ter antes de abrir o negócio. Ela diz que as pessoas precisam analisar o seu público alvo, e ver se o seu produto que será comercializado terá boas vendas.
 
"As pessoas precisam se planejar. Ver se aquilo que elas vão comercializar terá mercado, se terá público. Não adianta economizar por um ano e não saber se terá retorno. As pessoas precisam de um público alvo, não é que eu não atenderei todas as pessoas, mas eu preciso de um público alvo específico".
 
Além disso, ela aconselha que as pessoas tenham dinheiro em caixa para as mudanças que todos passam quando abrem o negócio. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias