Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ

Estado promete aumento de trens do Expresso Leste na Linha 11

31 AGO 2016 - 08h00

O secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciaram, durante a inauguração da Estação Poá (veja mais na página 17), a retomada do Expresso Leste, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), da Estação Luz até Estudantes. Além disso, prometeram o aumento do número trens que farão o percurso sem baldeação e a entrega da segunda fase das obras da Estação Suzano para novembro de 2017.

De acordo com Alckmin, a segunda fase da Estação Suzano foi licitada e terá um ano para ser concluída após o início das obras. "A segunda etapa já está licitada, com investimento grande, passarelas, plataforma e bicicletário", explicou. Segundo o secretário, o início das intervenções será em novembro e serão concluídas em novembro de 2017. "Tem uma parte que está em obras. Era um contrato que estava separado e é a passarela e o bicicletário. Em janeiro vamos entregar essa obra. A conclusão da estação deve ser concluída em novembro do ano que vem", contou Pelissioni.

De acordo com o governador, além dos dois trens novos que foram encaminhados para a Linha 11 - Coral, mais dez virão no próximo ano. "Trens novos com ar condicionado e automação. Ano que vem será mais 10 trens novos e até 2018 toda a linha, praticamente, terá trens novos", contou.

Sobre a retomada do Expresso Leste, o secretário afirmou que é o fim da baldeação para aqueles que precisam vir até Suzano. "Não terá mais baldeação em outubro. Depois que resolvermos a questão da subestação de Calmon Vianna, quem quiser pegar a baldeação, pega, ou então pega expresso. Será alternado. Tenho o Expresso Guaianazes porque muita gente precisa do trem até lá", explicou Pelissioni.

MOGI DAS CRUZES

O governador divulgou que as estações de Braz Cubas e Estudantes, em Mogi das Cruzes, não têm previsão de receber obras de modernização por falta de recursos. "Os recursos não estão liberados. Estamos fazendo projeto executivo, mas dependemos de recursos do Ministério das Cidades, e não há previsão por enquanto", explicou Alckmin.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias