Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 15 de janeiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 15/01/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
GOLDSTAR
MRV
CENTRO MÉDICO CLUBE DS  - OFTALMOLOGIA

Estoque de vacinas é insuficiente para Dia D de vacinação contra a H1N1

30 ABR 2016 - 08h01

O estoque de vacinas para imunizar contra a gripe Influenza H1N1 é insuficiente para atender a população de Suzano, hoje, no Dia D de combate à doença. A informação foi divulgada pela coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Elizangela Lima, e confirmada pelo secretário-adjunto de Saúde, Romero Lima. A falta de doses se deve ao fato de a Prefeitura ter alcançado quase 80% do grupo de risco, atendendo à orientação do Ministério da Saúde. Com isso, o governo estadual não encaminhou novas doses da vacina. No momento a Secretaria de Saúde tem cerca de cinco mil vacinas disponíveis.

As informações divulgadas pela Secretaria de Saúde divergem. Na última quarta-feira, a pasta informou que mais de 37 mil pessoas haviam sido vacinadas, o que representaria 75% dos grupos de risco do município. Já ontem, durante a reunião extraordinária do Conselho Municipal de Saúde, o secretário-adjunto divulgou que o número de risco na cidade é de 65 mil pessoas e que cerca de 60 mil doses já foram aplicadas.

Das doses aplicadas, cerca de 52 mil foram para a população dos grupos de riscos, ou seja, funcionários da saúde, idosos, crianças, gestantes e pessoas com doenças crônicas. Apenas no grupo das gestantes não foi alcançado os 80%. Das 3.263 grávidas, 2.023 foram vacinadas, cerca de 62%. Ainda faltam 587 gestantes para a campanha alcançar o objetivo.

"Recebemos 65 mil doses, total necessária para atender todos os grupos. Em quase todos os grupos conseguimos alcançar o índice de 80%, que é o estipulado do ministério, somente nas gestantes que nosso índice é menor. Por conta disso, o grupo de Vigilância Epidemiológica do Estado informou que não estaria mandando mais doses, porque em tese não teria mais necessidade", explicou o secretário.

Todas as cidades do Alto Tietê se anteciparam para iniciar a vacinação contra a H1N1, por isso que em Suzano a meta já estava praticamente concluída antes do Dia D. "Estamos apreensivos com isso porque a quantidade que sobrou é pouca, cerca de 5 mil doses, receio que não seja suficiente para imunizar todas as pessoas que procurarem as unidades. E, eventualmente, pode ser que em algumas unidades de saúde falte vacinas nesse momento", esclareceu.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias