Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 09 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 08/08/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC ECOTIETÊ
Pmmc Mutirão da Catarata
PMMC  VACINAÇÃO - SARAMPO

Estudos sobre delegacia central não avançam e reforma segue sem prazo

SSP mantém promessa de que há estudo em andamento sobre melhorias no prédio

Por Marcus Pontes - de Suzano17 JUL 2020 - 21h04
Delegacia espera por obras de reforma do EstadoFoto: Regiane Bento/Divulgação
A esperada reforma da Delegacia Central de Suzano segue sem uma definição. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) reafirmou estar em curso estudo sobre melhorias a serem executadas no prédio, mas não deu prazo para a conclusão. 
O DS vem acompanhando a situação e as condições do espaço, como estrutura de trabalho e espaço físico obsoleto. 
 
Em setembro do ano passado, o Estado publicou decreto autorizando o recebimento do prédio. Isso porque o espaço pertencia à Prefeitura de Suzano. 
 
Na época, o deputado Estevam Galvão (DEM) se reuniu com o secretário executivo da Policia Civil, Youssef Abou Chahin, para cobrar a publicação do autorizo governamental. “Tive a garantia do secretário que o processo estava em fase final e ainda ontem esta pendência foi solucionada. A obra está garantida e já foi anunciada inclusive pelo governador João Dória”, disse o deputado, em reportagem publicada dia 20 de setembro. 
 
O tempo passou e a indefinição de quando, de fato, as obras vão se iniciar segue.
 
A Delegacia Central necessita de intervenções o quanto antes. O espaço físico tem enfrentado com o tempo. Em períodos chuvosos, a água já chegou a invadir alguns espaços. Houve ainda situações de falta de energia, e, a falta do sistema da Prodesp, devido à queda de raios. 
 
Em novembro do ano passado, o delegado da Seccional, Jair Barbosa Ortiz, afirmou que o início das obras seriam fundamentais para atender o público externo e interno no local. 
 
À época, o delegado especulou que o melhor projeto seria a reconstrução do prédio, tendo em vista o espaço ser antigo. “O modelo antigo da delegacia não suporta a vinda de novos equipamentos, por isso deve haver readequação dos espaços, para que possamos otimizar recursos materiais e humanos", reiterou Ortiz.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias