Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 22 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Ex-motorista do DS se recupera da Covid-19 após 115 dias internado

Antônio Bando, de 68 anos, ficou internado em Mogi

Por Lucas Lima - de Suzano14 AGO 2020 - 23h59
Ex-motorista trabalhou no DS por mais de um anoFoto: Divulgação
Uma história de luta, superação e inspiração. O motorista, Antônio Bando, de 68 anos, que já trabalhou no DS, se recuperou do novo coronavírus após 115 dias internado na Unidade e Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes. Durante o período de internação, foram 58 dias entubados. Mas ele venceu o vírus e ontem à tarde foi liberado pelos médicos para terminar a recuperação em casa.
 
Sr. Antônio, como é chamado, foi motorista do DS por mais de um ano. Ele foi internado em 1º de maio, quando fez uma tomografia que diagnosticou um aneurisma abdominal – gordura em uma artéria próxima do coração. O motorista precisou passar por cirurgia. No entanto, durante esse período dentro do hospital, ele contraiu o Covid-19. “Ele teve todos os sintomas. Tosse, febre, falta de ar e logo foi entubado. Ficou 58 dias assim. Depois que tiraram o medicamento ele ainda ficou mais 57 dias recebendo atendimento médico”, conta a filha do ex-motorista e psicóloga Vanessa Aparecida Bando.
 
A filha de Antônio disse que os dias que ficou entubado foram difíceis, tanto pelo estado de saúde do ex-motorista como também não podia fazer visitas. “Não pudemos ter contato com ele. Só tínhamos informações dos médicos, boletim diário, que as vezes não saia todos os dias. Se um dia recebíamos notícias de que estava bem, no outro tinha piorado. Nos acalmamos mais quando ele ficou um pouco melhor e conseguimos fazer chamada de vídeo. Mas o fundamental foi a fé e o amor que tivemos”, disse Vanessa.
 
Morador da Vila Amorim há mais de 30 anos, Antônio Bando pode voltar para casa ontem à tarde. Por volta das 15 horas foi liberado do hospital. Vanessa fez questão de ir busca-lo e deixou um recado. 
 
“A mensagem que deixo para as pessoas é que não desafiem aquilo que não podem ver. Aquilo que nós não enxergamos é mais prejudicial do que aquilo que podemos tocar. Se é algo desconhecido, nada mais que usar máscara, passar álcool em gel, trocar de sapato quando chega em casa e se prevenir de todas as formas possíveis”, frisa.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias