Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 23 de setembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2018
PMMC SETEMBRO - ENTRE
PMMC - SETEMBRO FOOD TRUCK SOLIDÁRIO
MRV AGOSTO - SÁLVIA

Família suzanense pede ajuda para criança realizar exame

Há quase um ano, a dona de casa Josy Souza da Silva vive o dilema de não saber o que a filha sofre

Por Marcus Pontes - de Suzano12 SET 2018 - 12h05
Menina apresenta um quadro de inchaço na barriga e falta de ar. Outro sintoma - ainda sem explicação - é que a criança tem sangramentos ao ir ao banheiroFoto: Arquivo pessoal/Facebook
Uma família do Jardim Brasil II, no Distrito de Palmeiras, em Suzano, busca ajuda para que a filha possa realizar um exame de colonoscopia. A cidade não dispõe do procedimento no sistema de Saúde. Em clínicas particulares, o valor deste exame gira em torno de R$ 4 mil. A Prefeitura disse que está acompanhando o caso.
 
Há quase um ano, a dona de casa Josy Souza da Silva vive o dilema de não saber o que a filha sofre. A pequena Nicolly Marlene Souza Silva, de 10 anos, apresenta um quadro de inchaço na barriga e falta de ar. Outro sintoma - ainda sem explicação - é que a criança tem sangramentos ao ir ao banheiro. 
 
"Somos atendidas na UBS do Jardim Brasil. O pediatra dela chegou a afastá-la da escola. Solicitou o exame para detectar o que, de fato, ela vem sofrendo", explica. Josy disse que a filha aguarda na fila da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS) para que possa ser encaminhada para realizar o exame de colonoscopia gratuitamente. Por conta do problema, a menina teve o aprendizado interrompido duas vezes ao longo de um ano. "Ela começou a sofrer bullying. Falaram que ela estava grávida. Isso vem mexendo com a cabeçinha dela. Agora, a minha filha precisa passar até com psiquiatra".
 
A família da pequena Nicolly cogita alternativas para angariar fundos. "Como não temos dinheiro para pagar, estamos vendo o que podemos fazer. Estou pensando em ver meu cabelo. Assim, quem sabe, eu consiga o dinheiro para pagar o exame", disse Josy.
 
Em nota, a Prefeitura disse que "a pasta de Saúde teve o devido encaminhamento. A paciente ficou internada por três dias no Hospital Menino Jesus, onde realizou os exames de tomografia com contraste e ultrassonografia. Não foram detectadas anormalidades e a paciente foi aconselhada por um especialista em gastroenterologia". O texto destaca ainda que o caso continua em acompanhamento pela Unidade Saúde da Família (USF) do Jardim Brasil, localizado no distrito de Palmeiras (região sul).

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias