Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 22 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Floriculturas se preparam para movimento do Dia de Finados

31 OUT 2015 - 07h01

As floriculturas, em frente aos cemitérios, esperam grande movimento devido ao Dia de Finados, por já ser tradicional a compra de flores para colocar nos túmulos. Os comerciantes afirmaram que esperam um número maior de clientes. As flores mais baratas variam entre R$ 2 e R$ 15.

Mesmo com a crise, os proprietários das floriculturas afirmaram que o preço das flores será parecido ao do ano passado. Isso porque, com isso, eles esperam aumentar as vendas. As flores mais adquiridas pelos consumidores são as crisântemos, lírios, rosas, begônia e fortuna que é uma flor que resiste mais ao calor.

Cerca de 2,5 mil crisântemos, ao preço médio de R$ 8, devem ser vendidos na floricultura em frente ao cemitério São Sebastião. O crisântemo no vaso são os mais consumidos. Além disso, ele evita a proliferação do mosquito da dengue porque não há acumulo de água.

A proprietária da floricultura, Regina Sayuri Iteo, falou sobre a expectativa de vendas. "Como esse ano o feriado é prolongado, as pessoas vem comprar as flores antes e até depois. O dia 2 (de novembro) será o mais movimentado, igual ao do ano passado". Ainda segundo ela, muitas pessoas compram outros tipos de produtos como velas e incensos, pois no cemitério há maioria dos túmulos são de famílias japonesas e que eles têm costume de levar estes adereços.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias