Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 20 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/09/2020
PMMC COVID LAR
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Furto de cabos provoca intervalo de mais de 30 minutos na Linha 11

23 JUL 2016 - 08h00

O furto de cabos da Linha 11-Coral, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) provocou intervalo de mais de 30 minutos até o final da tarde de ontem. Por conta da demora entre os trens, as estações estavam lotadas. A assessoria de imprensa da companhia informou que a velocidade estava reduzida entre as estações Antônio Gianetti e Calmon Viana, desde às 5h50, porém passageiros reclamaram de maior intervalo em todas as estações da linha da região.

A CPTM informou que assim que o problema foi constatado uma equipe de manutenção realizou serviços de reparo. A intenção da companhia é de que os trabalhos fossem concluídos antes do horário de pico. A assessoria informou que os reparos foram finalizados por volta das 16 horas.

Além do problema do intervalo, a população reclama de outros problemas que ocorrem frequentemente na linha. Este é o caso do vendedor Raimundo Ferreira Neto. "Trem é muito ruim, porque demora bastante. Não vejo benefícios, por exemplo, as plataformas que tem uma elevação enorme e prejudicando idosos e cadeirantes".

A vendedora Valeska Veiga disse que o tempo em que ficou esperando para o trem passar foi superior a 20 minutos. Ela embarcou na Estação Estudantes, em Mogi das Cruzes, com destino à Estação Suzano. Disse que a companhia cometeu um erro, pois não comentou a razão da lentidão. "Embarquei na Estudantes e esperei por 20 minutos, tempo superior ao que eu fico esperando. Eles não avisaram e, muito menos, deram algum comunicado já dentro do trem".

De acordo com o gerente Marciel Dantas, o transtorno causado pela lentidão foi além do período em que esperou. Isto porque o trem que embarcou, na Estação Poá, estava completamente cheio. Além disso, destacou que é necessário que as estações tenham uma maior segurança, já que a possibilidade de que a demora tenha sido causada por um ato de vandalismo ou criminoso é plausível. "Não creio que tenha uma manutenção, porque eles sempre fazem e não melhora. Porém, a probabilidade de que tenha sido algum crime é bem grande. Eu acredito que deveria ter mais segurança".

A CPTM informou que atos de vandalismo e furto de cabos são considerados ação criminosa.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias