Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 22 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Furto de fios da rede elétrica prejudica Vila Amorim em Suzano

Segundo os relatos, ladrões agem premeditadamente e sempre pela madrugada

Por Daniel Marques - de Suzano08 AGO 2020 - 00h30
Furto prejudica moradores da Vila Amorim em SuzanoFoto: Jackeline Lima/Divulgação
Moradores da Rua Amélia Guerra, na Vila Amorim, em Suzano, denunciam o excesso de furtos a fios da rede elétrica do bairro.
 
Segundo os relatos, as situações são constantes e premeditadas. Elas ocorrem sempre pela madrugada. Os ladrões sobem nos muros, cortam a fiação e levam embora. 
 
Os maiores alvos são comerciantes. Os moradores dizem que já houve caso de arrombamento e tentativa de arrombamento de porta. 
 
Além disso, os ladrões são ousados e levam até o relógio de luz, caso consigam tirar.
 
“Está demais, e são pessoas que vivem por perto, porque sabem quando fazer. Eles sobem, cortam e levam. As viaturas até passam, mas quem rouba, fica na rua, então fica difícil até para vigiar. Eles analisam o que querem e esperam a hora certa para furtar. Aconteceu com várias pessoas”, conta o aposentado Carlos Alberto Cruz, 62.
 
Nem mesmo o guarda noturno, que fica circulando entre as ruas de moto, consegue dar conta de tantos furtos. Eles acontecem em várias vias do bairro, e sempre nos mesmos horários.
 
Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou que o policiamento na Vila Amorim é intensificado, caso haja aumento nos índices criminais. A pasta pediu para que as ocorrências sejam registradas pela Delegacia Eletrônica ou por uma presencial, para que sejam investigadas e os autores, punidos.
 
Já a Secretaria Municipal de Segurança Cidadã de Suzano informou que a Vila Amorim tem um planejamento de rondas incluído na programação, e que o comando da Guarda Civil Municipal (GCM) já havia determinado o reforço do patrulhamento com equipes da Ronda Ostensiva Municipal (Romu). Além disso, qualquer morador pode entrar em contato com a GCM se houver alguma ocorrência pelo telefone 4746-3297, que funciona com um plantão 24 horas.
 
Dor de cabeça
 
A comerciante Francisca Alves das Neves, 61, cobra uma solução para o problema. Em duas ocasiões, ela quase teve o estabelecimento invadido. Nesta semana, levaram fios de energia do poste que fica no local. “Tem que dar um jeito de pegar esses ladrões. Já tentaram serrar o pino da minha porta duas vezes. Arrombaram ano passado e, na semana passada, percebemos que a porta estava com problemas. uando o chaveiro veio, percebemos que tentaram arrombar. Está todo mundo reclamando”, relata.
 
Há alguns dias, um ladrão apanhou de um morador do bairro após tentar realizar um furto. Segundo o comerciante Mauro Nabessima, 57, o indivíduo era conhecido e vive em um bairro próximo.
 
“(Os furtos) acontecem dia sim e outro também. Acredito que o homem que está roubando seja do bairro ali de baixo, porque a gente conhece”, diz.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias