Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Domingo 22 de Abril de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/04/2018
MRV WEB - SUPREME
Suzano

Hospital Regional: placa de obras é retirada após sofrer vandalismo

Aspecto abandonado contribui com o sentimento de incredulidade dos munícipes

Por Marília Campos - de Suzano14 JAN 2018 - 16h45
Placa foi retirada, mas obra recebeu primeira etapa de terraplanagemFoto: Sabrina Silva/Divulgação
A Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos recolheu a placa do canteiro de obras do Hospital Regional. Segundo o departamento, a sinalização sofreu ações de vandalismo, o que danificou a estrutura. Para evitar acidentes neste período de chuvas, a armação foi retirada. A administração municipal informou que a obra, prevista para ser concluída em 2019, recebeu a primeira etapa de terraplanagem do local. No momento, é estudada a implantação da fundação, que será empregada no próximo passo da construção.
 
A expectativa é de que a primeira fase do hospital termine em 18 meses, contemplando um Pronto-Socorro (PS) Infantil, um PS Adulto de urgência e emergência, além de salas de leitos e especialidades em um espaço de 8 mil metros quadrados. A obra, prevista desde 2011 pelo Ministério da Saúde, tem um custo total de R$ 28,1 milhões. O governo Federal arcou com a maior parte do investimento, R$ 24,7 milhões. Já o município desembolsou R$ 3,4 milhões. 
 
O empreendimento será construído entre a Avenida Senador Roberto Simonsen e a Rua Sete de Setembro. Contudo, o aspecto abandonado da área contribui com o sentimento de incredulidade dos munícipes. É o que afirma o comerciante Rodenil Raimundo. "Não percebi ainda nenhum movimento de máquinas e operários. Já encontrei alguns funcionários da Prefeitura circulando e vi que abriram uma valeta. Não sei se a obra sai em 2019, se vier vai ser uma boa para todos nós. Tenho um bebê e uma filha de dois anos que, quando ficam doentes, prefiro levar para o tratamento público em outro município porque em Suzano não resolveram nosso problema". Rodenil também sentiu a falta da placa que indicava o projeto e disse que os boatos são de que a estrutura fora furtada. "Os próprios moradores teriam levado". 
 
O vigilante Pedro Vicente de Aguiar também tem quatro crianças na família e se anima para a vida do PS para a localidade, apesar dos avanços pouco percebidos na construção. "Sou morador há 21 anos e há muito tempo ouvimos falar do hospital, assim como o prolongamento da Rua Sete de Setembro. Até agora a área ainda é dominada por ocupações irregulares, depósito de lixo e entulho, o que contribui para as inundações quando chove. Mas precisamos, absolutamente, do hospital para toda a cidade". 
 
Obra
 
As obras são realizadas pela empresa vencedora da licitação, Simétrica Engenharia Ltda. A entidade foi apresentada em meados de dezembro. Na época, a previsão era de que o canteiro fosse levantado na semana seguinte, mas a estrutura não está no local. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias