Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 20 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
PMMC COVID LAR
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Hospital Santa Maria registra 205 atendimentos na primeira semana

09 DEZ 2015 - 07h01

‘O Hospital Santa Maria de Suzano, administrado pelo Grupo Samed, realizou 205 atendimentos em cinco dias de funcionamento. Inaugurado em 1º de dezembro, o espaço começou a atender ao público no último dia 2. Até o final do mês, a expectativa é alcançar três mil procedimentos com os novos planos médicos. O balanço desta primeira semana e a projeção foram passados pelo gestor-executivo da unidade, Ruy Sérgio Hernandes.

De acordo com ele, até ontem aproximadamente 200 pessoas passaram pela unidade suzanense para questionar sobre novos planos de saúde. "Foram impressionantes 200 pessoas perguntando dos convênios. Por enquanto temos sete (convênios) numa proporção de uns 30 e poucos (no País)", observou.

Atualmente, o Grupo Samed está prestes a formalizar parceria com outros cinco convênios. "Dos maiores, estamos conversando com uns cinco planos, que devem entrar em 15 dias", completou Hernandes.

O gestor-executivo ainda revelou que na primeira semana de funcionamento, o maior número de atendimentos foi prestado pela clínica médica. "Por enquanto, temos só pronto-atendimento. Por isso a clínica adulto foi o lugar onde mais realizamos procedimentos, incluindo raio-x, exames de laboratório e ultrassom”. O aparelho de tomografia deve ser instalado em aproximadamente dez dias.

A população sem convênio também tem a opção de buscar atendimento particular no local. "Realizamos qualquer procedimento da clínica médica adulto. Basta o paciente apresentar a solicitação médica, que conseguimos estipular o valor antes do procedimento".

OBRAS

Mesmo com a entrega inicial do piso térreo, os trabalhos de reforma no Santa Maria continuam. "Estamos em ritmo, claro, menos frenético. Mas as obras seguem no primeiro e no segundo andar". Questionado, Hernandes atentou que devido ao fato das instalações do estabelecimento serem antigas, operários vem enfrentando dificuldades. "O prédio é muito antigo. Já no térreo não deu para manter quase nada do fluxo interno. Tivemos muitas surpresas hidráulicas, que inclusive acabaram adiando a entrega em um mês. E no primeiro e no segundo andar não está diferente".

A expectativa do Grupo Samed é de que no decorrer de 2016, a unidade passe a oferecer serviços de cirurgia e internação, incluindo Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias