Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 02 de dezembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/11/2020
Reisinger Ferreira
GOLDSTAR
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades 02 - Dezembro
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades - Dezembro
ERICA ROMÃO

Inadimplência do IPTU atinge 30 mil contribuintes e chega a R$ 25 milhões

31 OUT 2015 - 07h00

A inadimplência no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Suzano é de 29%. O número representa aproximadamente 30 mil contribuintes enquadrados como devedores, que deixaram de pagar um valor de cerca de R$ 25 milhões. Anualmente, Suzano lança 106 mil carnês de IPTU. Os dados foram divulgados ontem pela Prefeitura.

A administração informou que este é mais um agravante diante da crise financeira e a falta de repasses do governos federal e estadual. A prefeitura informou ainda que a falta de pagamento dificulta ainda mais a aplicação dos recursos em serviços como saúde, educação e infraestrutura urbana. Com o valor devido, a cidade teria a oportunidade de construir aproximadamente 21 km de vias pavimentadas por ano.

Para incentivar o pagamento e a retomada do crescimento e também do desenvolvimento econômico do município, a Prefeitura de Suzano vem dando a oportunidade de o munícipe quitar suas dívidas por meio do Programa de Recuperação e Estímulo ao Pagamento de Débitos Fiscais (Refis). Nele, o contribuinte pode quitar dívidas com o município com até 100% de desconto em juros e multas ou parcelar em até 48 meses.

O programa foi prorrogado até o dia 30 de dezembro. Assim o contribuinte que ainda não quitou suas dívidas com o município tem tempo de aderir ao programa. Basta procurar a Central de Atendimento da Receita e negociar os impostos. Os interessados em negociar devem comparecer ao Edifício Nacional, localizado na Rua Baruel, nº 430, no Centro, e apresentar documentos pessoais e boletos referentes aos débitos. O prédio funciona das 8 às 17 horas.

Recursos

Os recursos do IPTU são aplicados: na pavimentação de ruas, coleta de lixo, obras de infraestrutura, iluminação, construção, reforma e ampliação das Escolas e creches, além de execução de projetos habitacionais para a população de baixa renda, construção de Unidades Básicas de Saúde, programas de assistência social, projetos culturais, incentivos à educação, esporte e lazer, dentre outros. Assim, o IPTU se constitui como uma das principais fontes de arrecadação municipal e tem uma função social, pois, com esses recursos, a prefeitura pode executar obras e serviços para a população.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias