Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 07 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 06/12/2019
COLÉGIO PLENITUDE
Evatânia Psicopedagoga
Cidades

Jorginho Abissamra fala sobre carreira e política

Jorginho trabalha, atualmente, em nove hospitais

Por Isabelle Santini - de Suzano12 NOV 2019 - 15h00
Jorginho Abissamra fala sobre carreira e políticaFoto: Munique Kazihara/Divulgação
O médico oncologista, Jorge Abissamra Filho, o Jorginho, falou sobre a carreira e sua participação política durante o Programa DS Entrevista. 
 
Jorginho trabalha, atualmente, em nove hospitais. Quatro médicos atendem as demandas da área oncológica no Alto Tietê, tanto por meio da rede privada quanto na rede pública, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). "Há poucos médicos oncologistas para o tamanho da demanda no Alto Tietê. Em esfera nacional, observamos isso também. São poucos médicos nessa área, por isso trabalho em nove lugares", diz Jorginho.
 
O Alto Tietê, segundo estima o médico, possui em torno de 30 mil pacientes oncológicos. A oncologia é uma área especializada em atender pacientes com tumores e câncer.
 
Jorginho fala sobre o déficit de profissionais na área da oncologia. Ele acredita que o currículo da faculdade de medicina brasileira abrange pouco sobre a especialidade. Além disso, o médico pontua que é a oncologia é uma área com forte peso emocional. "Talvez seja por isso que poucos querem trabalhar nessa área. Não é fácil cuidar de uma pessoa com câncer. O médico tem carga emocional alinha aos pacientes. Acabamos assumindo este peso", frisa. "Nossa especialidade ganhou uma cadeira oficial há um ano na Associação de Medicina Brasileira (AMB)", emenda.
 
O oncologista destaca a importância da realização de campanhas a favor da saúde pública, como o Outubro Rosa (prevenção ao câncer de mama) e Novembro Azul (prevenção ao câncer de próstata). "O Brasil é um dos países subdesenvolvidos em que as mulheres menos morrem por causa do câncer de mama, justamente por conta dessas campanhas que incentivam a realização de exames para diagnóstico precoce da doença".
 
Jorginho classifica a política como um estado de espírito. "Vivencio todo dia. Não preciso concorrer a algum cargo para praticar política. Um candidato sempre representa um grupo de ideias e pessoas". Ele concorreu a vice-prefeito de Suzano em 2016, mas teve a candidatura indeferida. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias