Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 26 de fevereiro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/02/2020
CENTRO MÉDICO
MAGIC CITY
PMMC SARAMPO
Balanço anual

Maioria dos mortos no trânsito de Suzano tinha de 30 a 87 anos, aponta Infosiga

Dados indicam que a cidade registrou um aumento de 3,45% de óbitos provocados por acidentes de trânsito, em relação ao mesmo período de 2018

Por Marcus Pontes - de Suzano21 JAN 2020 - 11h35
Em setembro de 2019, um advogado alcoolizado atropelou e matou um estudante na Avenida BrasilFoto: Wellington Almeida/Divulgação
Suzano fechou 2019 com um total de 30 mortes no trânsito e um aumento de 3,45% no número de vítimas fatais, em relação ao mesmo período de 2018, quando 29 morreram em ruas, estradas e/ou rodovias da cidade. Os dados fazem parte do balanço anual divulgado pelo Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga). 
 
Levantamento mostra que a faixa etária das principais vítimas suzanenses é de 30 a 87 anos. Em 2019, oito idosos, com idade de 60 a 87 anos, morreram devido a acidente de trânsito. O maior número de mortos compreende a pessoas com idades de 30 a 59 anos. Foram 15. O DS questionou a Prefeitura se há alguma campanha específica para esse público e aguarda resposta. 
 
O Infosiga mostra também que a categoria considerada jovem - de 15 a 29 anos - totalizou cinco óbitos. Houve um caso envolvendo criança. Além disso, a ferramenta do governo estadual contabilizou um óbito, mas não há registro da idade da vítima. 
 
Das 30 vítimas no ano passado em Suzano, 25 eram homens e cinco mulheres. 
 
Dias
 
De acordo com o Infosiga, a maior parte dos acidentes fatais aconteceu de segunda a sexta-feira. Foram 18, contra 12 ocorridos no fim de semana (sábado e domingo). São desde a atropelamentos a colisões. 
 
O levantamento mostra também que 15 ocorreram em vias municipais, 13 nas rodovias que cortam a cidade e dois não foram divulgados. Foram 12 colisões, 10 atropelamentos e oito registros dos quais descrevem serem 'outros ou não informados'. 
 
Anos anteriores
 
O número de mortes no trânsito de Suzano é o maior em cinco anos. Em 2015, a cidade contabilizou 25 óbitos. Seguido de 2016, totalizando 29; Em 2017, foram 27 e, por fim, no ano de 2018, 29 pessoas morreram nas vias suzanenses. 
 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias