Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 03 de dezembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 03/12/2020
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades - Dezembro
GOLDSTAR
Reisinger Ferreira
ERICA ROMÃO
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades 02 - Dezembro
Cidades

Medição de temperatura na entrada dos comércios segue sendo obrigatória

Com a nova fase verde, a medição ficou opcional apenas para redes de supermercados

Por Matheus Cruz - de Suzano28 OUT 2020 - 13h14
Medição de temperatura na entrada dos comércios segue sendo obrigatóriaFoto: Divulgação
Comerciantes e lojistas de Suzano ainda são obrigados a realizarem medição de temperatura na entrada das lojas. Com a nova fase verde, a medição ficou opcional apenas para redes de supermercados, mas ao andar pelo Centro é possível identificar lojas que não realizam mais a medição.
 
Segundo a Vigilância Sanitária, no decreto 9527/20 publicado neste mês, ainda existe a obrigatoriedade do uso dos aparelhos de medição de temperatura por parte dos comerciantes, mas não há multa prevista aos que não seguirem a determinação. No mesmo decreto existe a cláusula que determina a não obrigatoriedade apenas nos casos em que o cliente não quiser ter sua temperatura avaliada.
 
O fiscal de loja Vitor Almeida, 25, relata que na loja em que trabalha, o procedimento ainda é feito. “Ainda estamos medindo normalmente, além disso estamos disponibilizando álcool em gel e estamos seguindo as determinações necessárias pra deixar quem trabalha aqui e os clientes mais seguros”, relata.
 
Durante a pandemia muitos consumidores chegaram a desconfiar do aparelho de medição que eram usados na altura da cabeça, quando supermercados, lojas e comércios trocaram para o aparelho que consulta a temperatura no pulso dos clientes. “As desconfianças eram muitas, desde a vacina até essa pistolinha de medição, a verdade é que as pessoas desconfiaram de tudo”, comentou o fiscal de loja.
 
Conforme publicado pelo DS no último sábado (24), a pistola para aferir a temperatura da população deixou de ser usada no Parque Max Feffer na semana passada. A medida se deve ao avanço da cidade para a fase verde do Plano São Paulo de flexibilização.
 
É valido lembrar que na nova fase verde, os estabelecimentos passaram a funcionar por mais tempo e com mais pessoas. Na fase anterior (amarela), eram oito horas diárias com 40% da capacidade de clientes. Hoje, na fase verde, está autorizada a abertura por 12 horas com 60% de ocupação.
 
A Vigilância Sanitária informa que caso o consumidor se sentir incomodado com a falta da medição ao entrar em algum comércio, poderá realizar reclamação na ouvidoria através dos telefones: 0800 774 2007 ou 47452254.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias