Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 07 de julho de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 06/07/2020

Mesmo com pandemia, expectativa é de aumento nas vendas no Dia dos Namorados

Lojas de presentes e flores adotaram ao delivery, retirada de compras e pedidos por telefone para a data

Por Carolina Rocha - de Suzano29 MAI 2020 - 23h00
Comércio quer repetir vendas como em 2018 (foto)Foto: Arquivo/DS

Mesmo com as particularidades impostas pela pandemia do novo coronavírus, o comércio suzanense está otimista para o dia dos namorados desse ano. Entre as possibilidades para continuar atendendo aos seus clientes, muitos estabelecimentos adotaram a entrega em domicílio, retirada de mercadoria e aos pedidos pela internet e telefone para não pararem as vendas durante o período de quarentena e isolamento social.


Patrícia Paiva é proprietária de uma loja de presentes tradicional de Suzano. Ela conta que no dia das mães a expectativa de vendas não era boa, mas que acabou surpreendendo com a adesão de clientes a outras maneiras de comprar, o que deve continuar com o dia dos namorados.


“A expectativa para o dia dos namorados é boa. Estamos trabalhando com a entrega, e tem funcionado bem. Até porque como as pessoas estão em casa, já é um período muito difícil, então receber um presente é uma surpresa. E como a loja é bem conhecida e tem credibilidade, o cliente não tem receio de comprar por outros meios”, conta.


Para Renata Evangelista as vendas não vão ser iguais ao ano passado. Ela é florista e trabalha em uma loja do ramo há 9 anos. Renata conta que apesar da pandemia e de saber que haverá uma diminuição considerável das vendas, a expectativa é alta, isso por conta dos resultados de outras datas comemorativas durante a pandemia. “O dia das mães não foi ruim. Então esperamos manter esse nível para o dia dos namorados. Estamos trabalhando com entrega e retirada dos produtos aqui na loja, justamente para não causar aglomerações. Estamos tentando nos adaptar a situação”, explica.


A Associação Comercial e Empresarial de Suzano (ACE Suzano) disse que dois cenários são possíveis para a próxima data comemorativa. O primeiro leva em consideração a reabertura de certos setores do comércio, conforme está previsto no plano de flexibilização da quarentena do governo estadual. 


Caso a região consiga reverter a decisão imposta pelo governador de manter a região de quarentena até o dia 15 de julho, a ACE acredita que as expectativas nas vendas podem melhorar, mas ainda assim, sem atingir o volume o ano passado.
O segundo e último cenário projeta a queda significativa nas vendas, isso se Suzano continuar de quarentena e que comércios considerados não essenciais permaneçam fechados. “Não sabemos exatamente quanto deve cair em relação a 2019, mas acreditamos em uma baixa e se as lojas permanecerem fechadas como determinou o governo estadual, a queda será ainda maior”, diz a nota da ACE.


Segundo a associação, as alternativas para vendas continuam sendo os meios digitais, o delivery e a retirada de mercadorias nas lojas para compras feitas por meios digitas ou por telefone.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias