Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
Pmmc Sarampo
ÚNICCO POÁ
SOUZA ARAUJO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Mulher recebe homenagem por 17 anos na profissão de pedreiro

18 OUT 2015 - 07h00
Desempenhando uma função tradicionalmente masculina há 17 anos, a moradora de Suzano, Elenice Bezerra da Silva, de 45 anos, vem se destacando na profissão de pedreiro. Com o olhar feminino e caprichoso, Elenice já ganhou espaço e nome na cidade, e a prova disso foi a homenagem que a Câmara Municipal realizou, com uma Moção de Aplausos, na última quarta-feira, para parabenizar a moradora por seus anos de trabalho.

Há quem acredite que trabalhos braçais não trazem sucesso profissional e financeiro, contudo, Elenice é prova do contrário. Com seus muitos anos na profissão e o sucesso consolidado, a moradora chega a tirar R$ 10 mil por mês, diz estar feliz e com novos planos. "Com esse tempo de trabalho eu já recebi muitos elogios, mas é sempre bom ser reconhecida mais uma vez. Eu fiquei muito feliz com a homenagem", contou. Fazendo economia, junto com o marido, que também trabalha como pedreiro, Elenice pretende voltar para seu estado natal. "Queremos voltar para Pernambuco. Lá vou abrir uma imobiliária, já que meus anos de pedreira estão chegando ao fim, devido a minha idade", contou.

Elenice iniciou a carreira com 28 anos, para acompanhar o marido que já trabalhava na área. "Eu aprendi tudo na raça, por conta própria e ajuda do meu marido. São mais 100 casas que ajudei a construir e fazer acabamento", contou. Ela falou ainda sobre o preconceito que sofreu durante a carreira. "Eu já fui descriminada por ser mulher e trabalhar com algo que geralmente é feito por homens. Já cheguei a ouvir que se um homem não consegue fazer suas funções de pedreiro direito, quem diria uma mulher. Isso me fez perder alguns serviços", contou Elenice. "Nunca desisti, eu faço de tudo. Para mim, trabalho é diversão".

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Suzano, mulheres trabalhando como pedreiras são dificilmente vista na região do Alto Tietê e na cidade. "Temos até uma clausula que estimula a participação feminina na área, contudo, não é visto mulheres trabalhando neste setor", comentou o presidente Josemar Bernardes André.

A Moção de Aplausos foi indicada pela vereadora Abgail Maria do Carmo (PR) que se surpreendeu com a história de Elenice. "A profissão de pedreiro já é bem puxada para um homem que tem muito mais força que uma mulher. Ela é uma excelente profissional e é sempre bom falar sobre mulheres que se destacam em raras profissões", comentou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias