Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 03 de dezembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 03/12/2020
ERICA ROMÃO
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades 02 - Dezembro
GOLDSTAR
GOLDSTAR
Reisinger Ferreira

Na crise, lojas de consertos de Suzano registram aumento de 10%

31 JUL 2016 - 08h00

As lojas de consertos de objetos e aparelhos eletrônicos em Suzano registraram um aumento de 10% na procura por conta da atual crise estabelecida em todo País. O aumento deu início desde o último mês. Dentre os principais estabelecimentos comerciais estão às sapatarias, “hospitais de celulares” e mecânicas. Em média realizam 15 serviços diários, ou seja, cerca de 90 em toda a semana.

De acordo com os responsáveis de loja, esse fator ajuda na economia em tempos de crise. Ainda eles, destacaram que o preço de reparo fica muito mais em conta do que se adquirir um item novo. Além disso, os concertos contam com um ponto positivo e bem requisitado pelos consumidores, a garantia.

Segundo o empresário de uma mecânica, Luiz Tanaka, a população está cada vez mais consciente que a opção certa no atual momento é realizar reparo nos carros. "Estão preferindo o conserto, pois sabem que é o melhor para o orçamento. Um veículo novo está custando muito caro e não compensa. Aqui os principais trabalhos solicitados são de revisão, freio e de reparo na parte elétrica. Todos estão certos, agora está na hora de reutilizarmos tudo o que podermos", explicou. Já o dono de sapataria, Maurício Bordão, ressaltou que não para um minuto de trabalhar. "Em meio à crise o nosso serviço está sendo procurado um pouco mais. Sempre foi cheio. Não fico parado um minuto se quer. O que mais aparece para consertar são botas, já que estamos em época de muito frio. Importante falar que damos garantia". O vendedor de um hospital de celular, Carlos Augusto, disse que o movimento já está ótimo e caso continue será melhor ainda. "Muitas pessoas estão vindo reparar os aparelhos eletrônicos. Queremos que continue da mesma forma, porque para nós é muito bom. Quebra de tela e liquido no celular são os trabalhos mais realizados".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias