Envie seu vídeo(11) 4745-6900
domingo 28 de fevereiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/02/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
CENTRO MÉDICO

No 1º dia de fase vermelha, comércio respeita restrições, diz fiscalização

Departamento de Fiscalização de Posturas destacou que o trabalho continuará nos próximos dias

Por Matheus Cruz - de Suzano26 JAN 2021 - 22h50
Não houve ocorrência durante o primeiro dia de restriçõesFoto: Wanderlei Costa/Secop Suzano
No primeiro dia das novas medidas da fase vermelha, na segunda-feira à noite, Suzano colocou nas ruas quatro equipes de fiscalização. No entanto, não houve ocorrência de resistência e desrespeito às restrições por parte dos estabelecimentos nem emissão de autos de infração. O Departamento de Fiscalização de Posturas destacou que o trabalho continuará nos próximos dias – inclusive nos finais de semana – e que flagrantes de situações envolvendo descumprimento poderão resultar em aplicação de multa, conforme prevê o decreto municipal.
 
Apenas estabelecimentos de atividades consideradas essenciais podem funcionar nestes períodos, como farmácias, serviços de saúde, padarias, supermercados, açougues, quitandas, bancos, postos de combustíveis e transporte público. A ação dos fiscais tem, inclusive, apoio da Guarda Civil Municipal (GCM).
 
O Departamento de Fiscalização de Posturas está com agentes atuando constantemente nas ruas para acompanhar o cumprimento do decreto municipal nº 9.569/2021, que determina a vigência das restrições da Fase 1 – Vermelha do Plano São Paulo, do governo do Estado, aos finais de semana e das 20 às 6 horas em dias úteis, até 7 de fevereiro (domingo).
 
Na etapa laranja, academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais podem funcionar por até oito horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% da capacidade e encerramento às 20h. O consumo local em bares está totalmente proibido. 
 
Na fase vermelha, apenas serviços essenciais podem funcionar, como: farmácias, serviços de saúde, padarias, supermercados, açougues, quitandas, bancos, postos de combustíveis e transporte público.
 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias