Envie seu vídeo(11) 4745-6900
terça 25 de janeiro de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/01/2022
Centro médico influenza
PMMC PEDÁGIO CANCELADO
COVID CENTRO MÉDICO

Novo presidente da OAB de Suzano, Fabricio Ciconi quer ampliar comissões e acolher novos advogados

Ciconi prevê ampliação dos trabalhos das comissões e expandir acolhimento a novos advogados

Por Matheus Cruz - de Suzano05 DEZ 2021 - 14h00
Fabricio: “Também temos a ideia de trazer palestras e cursos”Foto: Isabela Oliveira/DS
O presidente eleito para chefiar a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Suzano pelos próximos três anos, Fabricio Ciconi, prevê ampliar os trabalhos das comissões e expandir as ações de acolhimento a novos advogados por meio de projetos que já estão sendo estudados.
 
Em entrevista ao DS nesta semana, Ciconi detalhou os desafios e projetos para de presidir a Casa dos Advogados entre janeiro de 2022 a dezembro de 2024.
 
Entre os principais planos, Fabricio pretende ampliar os trabalhos das comissões da OAB, que atendem a população em diversos processos e também advogados da subseção.
 
“Isso não é um problema da atual gestão, mas pretendemos o quanto antes reativar várias comissões e iniciar o trabalho. Entre elas, estão as comissões de prerrogativas, direitos humanos e a do jovem advogado. Um trabalho para a cidadania”, conta.
 
Outra proposta é expandir as ações e atividades de acolhimento aos novos advogados, com maior suporte e orientações. Para isso, o projeto “Primeiros Passos na Advocacia” pretende aproximar as atividades da profissão aos jovens advogados.
 
“Somos bacharéis em direito, mas ninguém se forma advogado. Com esse projeto, vamos facilitar esse início de carreira para o jovem advogado. Também temos a ideia de trazer palestras e cursos”, explica.
 
A chapa de Ciconi foi eleita no último dia 25 de novembro, e é composta pelo vice Cristian Ricardo Sivera, a secretária-geral é Edjane Maria da Silva Sutero, o secretário-geral adjunto é Renan de Lima Franco e a tesoureira Gabriella Gimenez Mello.
 
Ao todo, o grupo recebeu 585 votos. O índice representa 81% dos votos válidos na subseção e, segundo Ciconi, o resultado foi fruto de uma campanha intensa e de articulação.
 
“Fizemos uma campanha muito intensa, ligamos para vários advogados e fomos à escritórios para justamente pedir apoio e que dessem esse voto de confiança. Trabalhamos bastante e montamos uma chapa com grandes advogados. São pessoas que se doam para a advocacia e são muito experientes”, explica.
 
Com carreira de quase 25 anos e participação ativa na advocacia, Fabrício entende a responsabilidade de presidir a Casa dos Advogados da cidade. Ele pretende usar sua experiência para superar os próximos desafios.
 
“No próximo ano vai fazer 25 anos que advogo, e ao longo deste período, sempre estive envolvido com a comissões. Vim de alguma forma tentando ser um advogado muito atento aos desafios da advocacia, observando e estudando esse momento que estamos passando”, relata.
 
Pensando em um futuro breve, o presidente eleito também observa com ansiedade como será o Poder Judiciário a partir de 2022. Com as audiências remotas em decorrência da pandemia, a dúvida é se os trabalhos voltarão a ocorrer na modalidade presencial.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias