Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 05 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 04/08/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Número de consumidores com acerto de dívidas cai 48% no comércio de Suzano

Ao mesmo passo, número de inclusões de novos devedores também caiu em 36,7% no município em junho

Por Carolina Rocha - de Suzano18 JUL 2020 - 05h00
Lista de devedores se mantém com quase 50% a menos das exclusõesFoto: Regiane Bento/Divulgação
O número de consumidores com o “nome limpo” caiu 48% em Suzano. De acordo com dados disponibilizados pela Associação Comercial e Empresarial (ACE) de Suzano, em junho do ano passado, a cidade teve 6.093 exclusões na lista de inadimplência do município. Ou seja, consumidores que conseguiram quitar suas dívidas e saíram da lista de débitos. 
 
No mesmo mês deste ano, esse número caiu para 3.126.
 
Acompanhando o mesmo ritmo, o número de novos devedores também caiu. Em junho de 2019, Suzano teve 8.267 inclusões na lista de inadimplentes. Já em 2020, o número recuou para 5.233, o que representa uma queda de 36,7% na lista de novos devedores no comércio da cidade. 
 
De acordo com a ACE, diversos fatores contribuíram para que houvesse essa queda nos números. Entre os principais estão as restrições trazidas pela pandemia do novo coronavírus, com o fechamento de comércios, bem como a queda atividades econômicas na cidade.
 
“Houve uma redução nas atividades econômicas devido a pandemia e isso fez com que o número de inclusão e exclusão tivessem uma redução também a partir do mês de abril de 2020”, explica a entidade.
 
Conforme nota, a associação afirma que, com a retomada gradual da economia, e a abertura consciente de lojas e demais comércios da cidade, os números apresentados no último levantamento devem voltar aos patamares apresentados em 2019.
 
“As empresas ficaram fechadas por mais de 90 dias e estão retomando as atividades gradativamente e acreditamos que esses números deverão voltar ao patamar de 2019 provavelmente no final de 2020 ou inicio de 2021”, conclui.
 
Vale ressaltar que em Suzano, assim como no Alto Tietê, as atividades comerciais não essenciais que estavam suspensas por conta da pandemia, começaram a retornar no dia 15 de junho, há pouco mais de um mês, quando a região passou para a a fase laranja do Plano São Paulo.
 
Desde o dia 13 de julho, a região foi enquadrada na fase amarela do plano, onde já é permitida a reabertura comércios como salões de beleza, barbearias, bares e restaurantes.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias