Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 09 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 07/12/2019
COLÉGIO PLENITUDE
Evatânia Psicopedagoga
Buracos

Obra da Sabesp na SP-66 ‘trava’ trânsito em Poá e Suzano; cidades buscam soluções

Eventual parceria entre as Prefeituras de Poá e Suzano para melhorar o trânsito na divisa dos municípios

Por Isabelle Santini - de Suzano30 NOV 2019 - 22h49
Obra da Sabesp dificulta o trânsito na divisa entre duas cidadesFoto: Sabrina Silva/DS
As obras da Sabesp na Rodovia Henrique-Eroles (SP-66) “travam” o trânsito na divisa entre Suzano e Poá.
Uma eventual parceria entre as Prefeituras de Poá e Suzano para melhorar o trânsito na divisa dos municípios, principalmente em horários de pico entre a Avenida Brasil e a Avenida Major Pinheiro Fróes (SP-66) agrada a população que passa frequentemente pelos locais. As Secretarias de Transporte e Mobilidade Urbana de ambas as cidades afirmaram que mantém contato. 
 
A administração municipal de Suzano disse, em nota, que as cidades possuem um sistema de trânsito próprio, ou seja, são responsáveis pelas atividades de planejamento, administração, normatização, pesquisa, educação, engenharia, operação do sistema viário, fiscalização, julgamento de infrações e de recursos e aplicação de penalidades. "Dessa forma, embora haja o cuidado para haver harmonia entre os municípios, a administração é própria em cada cidade. Mesmo assim, a parceria com a prefeitura de Poá já acontece, as duas pastas de Transporte mantém contato".
 
Quanto à SP-66, a Prefeitura informou que o tráfego é intenso por conta das intervenções da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). "Contudo, ações da Prefeitura de Suzano já conseguiram a confirmação do fechamento de um dos poços ainda em 2019 e o restante no início de 2020. A expectativa é que com a desobstrução da via, o tráfego apresente considerável melhora. Além disso, propostas como a revitalização da Av. Jorge Bei Maluf dentre outros estão previstos no Plano de Mobilidade Urbana como alternativa para melhoria do trânsito na via", completou a nota.
 
POÁ
O secretário de Transportes e Mobilidade Urbana de Poá, Wilson Lopes, afirmou que mantém contato com a pasta de Suzano frequentemente. Ele pontuou a mesma questão que a administração suzanense: o trânsito intenso dos últimos meses é causado pelas obras da Sabesp na SP-66.
"Já temos como parceiros nossos amigos de Suzano. O trânsito intenso dos últimos meses é devido às obras da Sabesp na SP-66 e agora com a construção do novo viaduto na área central de Poá. Mas Poá têm uma ótima parceria com Suzano e demais cidade vizinhas", frisou o secretário.
"Toda obra que interfere na via pública passa por um planejamento e um cronograma. Sabemos que sempre haverá um impacto no fluxo de veículos e pedestres, mas estamos fazendo tudo para garantir que o trânsito fluirá e não ficará travado", emendou.
 
POPULAÇÃO
A entregadora Solange Aparecida do Nascimento afirma que o trânsito na SP-66 no trecho em que está sendo feita a obra da Sabesp fica intenso durante à tarde. "Passo pela divisa diariamente. Moro em Suzano e o trânsito aqui é terrível. Acredito que a parceria entre as duas Prefeituras melhoraria a situação", diz Solange.
A operadora de caixa Evelyn Lisboa diz que observa um grande volume de veículos na divisa das cidades. "É bem intenso o trânsito por aqui. São muitos carros. Seria uma boa ideia a parceria entre as Prefeituras".
Na Avenida Brasil, o trânsito, segundo a atendente Sueli Vieira, fica intenso a partir das 16 horas. A solução para melhoria do tráfego pesado pelas divisas dos municípios seria a parceria entre as duas administrações públicas. "Apoio a parceria entre as Prefeituras, já que o trânsito por aqui é bem intenso".
 
Em outubro, Sabesp confirmou fechamento 
do maior poço na 
SP-66 para este mês 
 
Em outubro deste ano, o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, recebeu a confirmação do fechamento em dezembro do maior poço na avenida Major Pinheiro Fróes (SP-66), na Vila Maria de Maggi, por parte da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Foi durante reunião de prestação de contas da autarquia para o Poder Executivo municipal quanto às obras de ampliação da rede coletora de esgoto.

Com dez metros de diâmetro, o poço que será fechado ainda neste ano compreende duas faixas, uma em cada pista, o que acarreta em um maior tráfego de veículos, causando transtornos aos motoristas e a quem mora ou trabalha ali. "Este é o maior poço e o que causa maior transtorno. Por isso, fizemos o pedido para um rápido fechamento. Nosso objetivo é diminuir o trânsito ocasionado no local", informou o prefeito na ocasião.
 
Na reunião de outubro, Ashiuchi salientou ainda que, com o término das obras, os índices de saneamento das cidades de Poá, Ferraz de Vasconcelos, Arujá e Suzano serão elevados. "Inclusive, a nossa cidade ficará entre as 12 melhores em saneamento básico do País, diante ao ranking brasileiro, que tem 5.570 municípios", destacou o chefe do Executivo suzanense, em outubro.
 
Já os outros dois poços menores serão tapados no começo de 2020. Esses serviços se referem ao interceptor conhecido como ITi16, que permitirá o transporte dos detritos para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Suzano. A tubulação tem 4,8 quilômetros de extensão. Deste total, 700 metros são executados na avenida Major Pinheiro de Fróes.
 
Na ocasião estiveram presentes na reunião o superintendente da Região Leste, Maycon Rogério de Abreu; o coordenador de Obras da Região Leste, Adriano Carvalho Barbosa; o gerente da Sabesp no Alto Tietê, Eduardo Camargo; o gerente de Manutenção de Esgoto, Willian Ferreira dos Reis; o engenheiro da obra da Sabesp, Maurício Izidoro; e o gerente de Divisão, Zemicindo Miguel Mendes.
 
 
 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias