Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Domingo 22 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv

Alckmin ‘empurra’ para Ministério a responsabilidade sobre obra da Marginal do Una

Governador esteve ontem em Itaquá e disse que liberação do financiamento depende do governo federal

Por Marília Campos - De Suzano29 SET 2017 - 09h10
Marginal do Una aguarda liberação do dinheiro do Ministério das CidadesFoto: Sabrina Silva/Divulgação
O governador Gerado Alckmin (PSDB) revelou que as obras de revitalização da Avenida Governador Mário Covas, a Marginal do Una, aguardam a liberação do financiamento do Ministério das Cidades. O tucano esteve, na tarde desta quinta-feira (28), em Itaquaquecetuba para assinatura de contratos. Na ocasião, ele fez um balanço sobre as obras executadas pelo Estado e que estão pendentes na região. 

Sobre as obras da Marginal do Una, o tucano afirmou que o convênio entre Suzano, a Caixa Econômica Federal (CEF) e a Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP) depende do governo federal. "Para a Marginal do Una falta o Ministério das Cidades liberar o financiamento. Já está autorizado para a Prefeitura. Só isso. Depende do Ministério das Cidades. Acho que não vai demorar não", explicou.

Em maio deste ano, o Estado assinou um repasse de R$ 12 milhões para a obra de revitalização. O prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) reforçou que o projeto já foi aprovado a nível estadual. "É uma parceria também com o governo federal, aguardamos a liberação agora do Ministério das Cidades. Suzano entra no porte de município com mais de 250 mil habitantes, então quando for liberado lá, a gente dá notícias", disse. "Estou confiante, eu mesmo fui chamado com outras 10 cidades para ir ao Palácio dos Bandeirantes e o governador anunciou esse projeto", relembrou o encontro.
 
Com relação ao Hospital Estadual, anexo ao Hospital das Clínicas (HC), de Suzano, o governador afirmou que uma reunião com o secretário estadual de Saúde, David Uip, e com o superintendente do HC, Antonio José, será agendada para a próxima semana, a fim de estabelecer prazos para o funcionamento da unidade. "Nós vamos fazer uma reunião. Eu mesmo vou participar, para estabelecer datas e prazos. Mesmo antes de ficar pronto o prédio, a gente já poder iniciar outras atividades de saúde. Não sei se cirurgias, mas exames, a parte de imagem, acho que tem várias coisas que podem ser feitas. Vai ser aberto para a região. A Saúde vai verificar quais as áreas que mais precisam. Vai verificar quais as áreas mais estratégicas, mais necessárias, e nós vamos trabalhar por isso. Estevam Galvão (DEM) esteve pedindo e vamos fazer a reunião semana que vem", assegurou. No momento, a parte administrativa do antigo hospital de retaguarda é transferida para o novo prédio, para que estrutura seja reformada.
 
Ainda sobre a saúde, o governador disse que espera um pronunciamento do Ministério da Saúde, sobre o Hospital Municipal Guido Guida, de Poá, para tomar partido sobre o assunto. A unidade corre o risco de fechar as portas por conta da perda da cidade em arrecadação de Imposto Sobre Serviços (ISS).
 
Transporte
Outra obra em andamento no Alto Tietê, e comentado por ele, é a duplicação da Rodovia Pedro Eroles (SP-88), a Mogi-Dutra. "Estamos aguardando apenas a não objeção do Banco Mundial, se a gente tiver nos próximos 10 ou 15 dias, porque já terminou a licitação. Se não tivermos objeção, assinaremos o contrato imediatamente e 15 dias depois já começa (a ser executada a obra)". 
 
Sobre a alça de acesso do Rodoanel Mário Covas à Estrada dos Fernandes, em Suzano, o tucano afirmou que ainda depende da aprovação do fluxo de caixa. "É uma questão jurídica, precisamos ter a aprovação do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Por nós, seria o mais rápido possível", destacou o governador. 
Ashiuchi disse tem se empenhado com os deputados para o pedido. "É um projeto grande, de importância não só para Suzano, mas para o Estado. Suzano vai no caminho certo". 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias