Envie seu vídeo(11) 4745-6900
domingo 28 de novembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/11/2021
PMMC ECONOMIA DE ÁGUA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC ISS
SOUSA ARAUJO - SIENA
PMMC PPM
Cidades

Obras da Sabesp na SP-66 são alvos de críticas de motoristas

Três poços estão localizados no trecho de Suzano. Dois deles próximo do Rodoanel Mário Covas (SP-21)

Por Thiago Caetano - de Suzano16 OUT 2021 - 22h22
Obras da Sabesp na SP-66 são alvos de críticas de motoristasFoto: Regiane Bento/DS
Obras da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) na Avenida Major Pinheiro Fróes (SP-66), em Suzano, viram alvos de críticas de motoristas e comerciantes. 
 
Os buracos têm trazido prejuízos para os motoristas e para o comércio local.
 
O DS percorreu a via. Três poços estão localizados no trecho de Suzano. Dois deles próximo do Rodoanel Mário Covas (SP-21), perto da divisa com Poá. 
 
Outro, na altura do bairro Vila Maria de Maggi, perto de estabelecimentos comerciais.
Um aviso foi colocado no local, questionando sobre a conclusão do serviço. Todos eles são protegidos por objetos de contenção. 
 
Um dos poços fica bem em frente ao estabelecimento de Ivonete Oliveira. 
Ela afirma ter buscado a Sabesp diversas vezes, mas o problema não foi resolvido. A situação trouxe prejuízo para seu negócio. 
 
“As vendas caíram bastante. Os clientes reclamam que não tem espaço para estacionar. Fiz diversas reclamações, mas não adiantou. É uma vergonha”, disse Ivonete.
 
Quem também relatou prejuízo foi a vendedora Vitoria Rosa Santos. Ela trabalha em uma loja de portões. Uma das entradas não pode ser utilizada por conta da obra. “Muitos clientes não conseguiram entrar no estabelecimento. Perdemos muitas vendas. Chegaram a mexer e agora está do mesmo jeito. Nos atrapalha muito”, conta.
 
A vendedora Beatriz Lima, de 18 anos, também criticou a situação. Ela cita que a iluminação da pista é fraca e teme por acidentes. “Às vezes não enxergam os buracos. A iluminação é fraca e pode causar acidente”, afirma.
 
Beatriz também criticou a forma que outras falhas foram corrigidas. “Tem buracos que foram tapados, mas o serviço não foi bem feito”, criticou. 
 
Prefeitura
 
Os três pontos mencionados recebem serviços de ampliação da rede coletora de esgoto, sob a responsabilidade da Sabesp, segundo a Prefeitura de Suzano. Ainda de acordo com a Administração Municipal, três poços foram fechados após diversas cobranças junto à companhia.
 
As cobranças para o fechamento dos poços restantes na via, bem como a outro localizado na Avenida Brasil, continuam. O órgão afirma estar em contato constante com a Sabesp e “acompanha o andamento dos trabalhos e aguarda conclusão o quanto antes”. 
 
Sabesp
 
A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informou que os poços fazem parte de um trabalho para implantação de um interceptor, o ITi16. O equipamento é de grande porte e servirá para tratamento do esgoto coletado na região. De acordo com a Sabesp, a obra irá beneficiar 527 mil pessoas. No entanto, o serviço é complexo e realizado por método não-destrutivo (de forma subterrânea). A Sabesp informou que os postos serão fechados após a conclusão dos serviços, bem como a recomposição da vida. A previsão é que os próximos fechamentos ocorram até o fim de 2022.
 
A companhia entende que a obra pode causar transtornos, mas reafirma a importância delas dizendo serem “essenciais para proporcionar mais saúde para as pessoas e melhorias das águas do Rio Tietê”. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias