Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 26 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/10/2020
Reisinger Ferreira
Pmmc Sarampo Outubro
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO
PMMC COVID VERDE

Oito empresas são habilitadas para realizar obras de recapeamento

16 DEZ 2015 - 07h01

A Prefeitura de Suzano divulgou, ontem, o nome das empresas habilitadas na licitação para realizar os trabalhos de revitalização e recapeamento das ruas General Francisco Glicério, Benjamin Constant e Baruel, que formam o quadrilátero central da cidade. A informação foi publicada na página oficial do DS. Devem ser investidos cerca de R$ 2,8 milhões. A quantia é proveniente de emendas parlamentar.

Com a habilitação, a Prefeitura analisará as propostas apresentadas e posteriormente deverá divulgar a empresa vencedora da concorrência.

A licitação foi da modalidade concorrência pública, e a abertura dos envelopes ocorreu no último dia 30. As empresas habilitadas foram: CTP Construtora; Via Nova Pavimentação e Construções; TPLAN Construtora; COPAV Construtora e Pavimentadora; Joterra Pavimentação e Terraplanagem Eireli; A3 Terraplanagem e Engenharia; ERA Técnica Engenharia, Construções e Serviços; e MWE Pavimentação e Construção.

Anteriormente, o DS constatou a situação das ruas em questão. Na Glicério foi notado que o local está em bom estado, somente no começo da via, porém no sentido Centro, a situação começa a piorar. Vale lembrar que a via recebe grande movimentação de pedestres. Já na Baruel, os maiores problemas são os buracos, a pista em desnível, saliências, remendas mal feitas, além das tampas de bueiros que estão mal instaladas. A Benjamin Constant está em melhor estado, mas ainda apresenta muitas rachaduras e fissuras, também necessitando de reparos.

Dentro das obras de mobilidade, a Prefeitura ainda prevê a requalificação da Avenida Francisco Marengo, com orçamento de R$ 2 milhões, proveniente de um convênio com o Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento (Fumefi). A obra já estava sendo licitada, porém o processo precisou ser interrompido. Com isso, uma nova licitação deverá ser aberta nas próximas semanas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias