Envie seu vídeo(11) 4745-6900
terça 16 de agosto de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/08/2022
SESC AGOSTO 2022
Cidades

ONG resgata 81 animais vítimas de maus-tratos neste ano em Suzano

Número é maior que no ano passado, quando 60 animais foram resgatados

Por Thiago Caetano e Matheus Cruz - de Suzano07 DEZ 2021 - 16h16
ONG resgata 81 animais vítimas de maus-tratos neste ano em SuzanoFoto: Divulgação
A ONG Amparo Animal resgatou 81 animais vítimas de maus-tratos neste ano, em Suzano. O número é maior que no ano passado, quando 60 animais foram resgatados pela ONG, o que representa um aumento de 33,33%. 
 
A presidente Roberta Cristiane Rodrigues reforçou a importância de se existir uma aliança entre a Ong, o poder público e a população e comentou sobre as ações de combate aos maus-tratos. “É muito importante que as pessoas denunciem. Não só para as ongs, mas também para órgãos públicos. Muitos acabam ficando com medo de denunciar. O trabalho precisa ser feito em conjunto com a população e com órgãos públicos”, destaca.
 
Após o recebimento da denúncia, os voluntários vão até o local averiguar a situação. Caso o crime seja constatado, é realizado um Boletim de Ocorrência (B.O) contra o dono do animal. Segundo a presidente, a ONG recebe várias denúncias e muitas vezes a demanda não é suprida. Por isso, ela acredita que os números sejam maiores. “Esse foi o total pelas clínicas atendidas. O ano passado foram em média de 60 animais, por alto. Falamos esse número, mas teve muito mais”, disse.
 
Em Suzano, o condutor tem a obrigação de prestar socorro aos animais atropelados. O descumprimento da lei resultará em multa ao infrator. A legislação é de autoria do vereador Marcel Pereira da Silva (PTB), o Marcel da ONG, e foi aprovada pela Câmara de Suzano neste ano. A Casa de Leis também aprovou o projeto que proíbe animais de estimação acorrentados ou em espaços confinados que prejudiquem sua saúde. 
 
Entretanto, os casos continuam acontecendo. Para Roberta, a fiscalização precisa ser mais rigorosa. “Falta mais rigidez nas fiscalizações. Infelizmente a ONG não consegue dar conta de tudo. Precisamos da ajuda da população. Os crimes precisam ser denunciados”, reforça.
 
A presidente revelou a necessidade de um espaço maior para abrigar os animais. Enquanto isso, eles são levados para lares temporários ou até mesmo para a casa dos próprios voluntários. “Atendemos muitos animais. Precisamos de um espaço mais amplo”, finalizou.
 
Caso é encaminhado para a Polícia Civil pela Prefeitura 
 
A Prefeitura de Suzano encaminhou para a Polícia Civil um caso de maus-tratos que é acompanhado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente desde 2018. Em agosto deste ano, a pasta realizou o resgate de dois cachorros no Jardim Imperador em parceria com a Organização Não Governamental (ONG) Amparo Animal. Entretanto, no último domingo (28) um dos animais veio a óbito.
 
Ele estava sendo tratado e recebendo cuidados veterinários desde então, mas com a série de ferimentos, acabou não resistindo. Segundo o vereador Marcel Pereira da Silva, o Marcel da ONG, que também foi responsável pelo resgate, a legislação atual estabelece aumento da penalidade entre um ano a seis meses de reclusão aos responsáveis se o animal morrer em decorrência dos maus-tratos.
 
Desta forma, a Prefeitura de Suzano encaminhou o caso para a Polícia Civil. O Executivo destacou que o primeiro registro do Boletim de Ocorrência (B.O) foi feito em 2018. Agora, a secretaria deverá encaminhar o laudo ao Distrito Policial (DP), somando-se à investigação já existente, para que, assim, as medidas cabíveis sejam aplicadas. 
 
De acordo com o vereador Marcel da ONG, é esperado que as providências legais sejam tomadas. Ele lembra que os animais eram agredidos de maneira covarde sempre que faziam barulho. Agora, todos os esforços estão sendo feitos para garantir a punição aos responsáveis por maus tratos.
 
Quando a primeira denúncia foi apresentada, em 2018, apontava que dois cachorros eram mantidos acorrentados e agredidos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias