Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 19 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE
PMMC COVID LAR

Orçamento de quase R$ 640 mi é aprovado com duas emendas

28 JUL 2016 - 08h00

A Câmara de Suzano aprovou na sessão realizada, na noite de ontem, o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentária Anual (LDO) para o próximo ano. A propositura projeta a receita e a despesa da administração municipal em R$ 639,627 milhões. Os parlamentares aprovaram, por unanimidade, o projeto com duas emendas aditivas.

A Lei de Diretrizes Orçamentária Anual prevê ainda a distribuição total do orçamento municipal entre os três entes da municipalidade desta maneira: Prefeitura (R$ 551.475 milhões), Câmara (R$ 24.825 milhões) e Instituto de Previdência Municipal de Suzano (IPMS - R$ 63.327 milhões).

Segundo informações do projeto de lei, "as receitas para o exercício de 2017 a 2019 foram estimadas considerando prioritariamente o orçamento aprovado pelo Legislativo para o exercício de 2016, bem como o comportamento da arrecadação do ano em curso".

Emendas

Os vereadores aprovaram duas emendas à LDO. A primeira insere no parágrafo 14 da propositura que "as subvenções sociais exclusivamente destinadas às entidades de atividades de natureza continuadas, atuantes nas áreas de assistência social e saúde, de atendimento direto e gratuito ao público, poderão ser destinadas à ampliação de suas instalações físicas, inclusive com possibilidade de aquisição de equipamentos novos, desde que comprovada a necessidade urgente e imediata, via laudo técnico, e não podendo ultrapassar limite a ser estabelecido em lei específica".

Já a outra emenda acrescenta parágrafo único ao artigo 17: "na área da saúde as especializações não existentes em nosso município, deverão ter prioridade e serão realizadas antecipadamente, por meio de convênios, ajustes ou congêneres, para realização dos procedimentos necessários".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias