Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 17 de janeiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/01/2021
MRV
GOLDSTAR
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS  - OFTALMOLOGIA
Cidades

Pagamento do 13º gera pouca expectativa para o comércio neste ano

Comerciantes que ainda estão analisando os prejuízos por conta da pandemia, ainda vão precisar se preparar para uma possível queda nas vendas

Por Matheus Cruz - de Suzano25 NOV 2020 - 19h08
Pagamento do 13º gera pouca expectativa para o comércio neste anoFoto: Regiane Bento/Divulgação
O pagamento do décimo terceiro que anualmente gera grande movimento no comércio e aumenta o número de vendas, pretende ficar abaixo das expectativas neste ano, nos comércios de Suzano. Os comerciantes que ainda estão analisando os prejuízos por conta da pandemia, ainda vão precisar se preparar para uma possível queda nas vendas, em relação ao ano passado. 
 
Segundo o gerente comercial da Associação Comercial e Empresarial de Suzano (ACE), Alvani Corrêa, a expectativa não é tão boa, se comparado aos anos anteriores. “Nossa expectativa não é muito boa. Neste ano, muitas pessoas tiveram suspensão de contrato, outras vão receber menos, então o pagamento foi reduzido. Proporcionalmente o comércio poderá arrecadar menos”, comenta. 
 
O gerente comercial explica, ainda, outros aspectos para a baixa expectativa no número de vendas. “Os aposentados e pensionistas tiveram seus pagamentos antecipados, então a expectativa para o fim de ano está ainda mais baixa por conta disso, essa parcela da população também poderá deixar de comprar neste período”, complementa Alvani. 
 
O 13º salário é pago todos os anos aos trabalhadores que possuem carteira assinada, incluindo trabalhadores rurais, temporários, domésticos, aposentados e pensionistas. Autônomos e funcionários sem carteira assinada não têm direito ao pagamento, por lei. O pagamento é feito de forma integral ou em duas parcelas. A lei prevê que, no caso de parcelamento, a primeira parcela deve ser paga até 30 de novembro. A segunda parcela, no máximo, até o dia 20 de dezembro.
 
O funcionário que trabalhou durante o ano todo tem direito a receber o valor de um salário cheio. Para os que foram contratados ao longo do ano, o valor é proporcional ao tempo trabalhado. A cada mês trabalhado no ano, o funcionário ganha o direito a receber 1/12, referentes ao 13° salário. Segundo a legislação, o funcionário precisa trabalhar pelo menos 15 dias para receber o valor referente a cada mês.
 
Segundo Alvani, os setores que costumam ter maior lucro neste período é o de eletroeletrônico e eletrodomésticos, além das lojas de roupas e acessórios.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias