Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 18 de fevereiro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/02/2019
Pmmc Leds
Pmmc índices

Palmeiras solicita ao Estado melhorias na Rodovia SP-43

Trecho de Suzano, no bairro Quinta Divisão, é um dos mais prejudicados

Por Aline Moreira - de Suzano12 FEV 2019 - 23h56
Palmeiras solicita ao Estado melhorias na Rodovia SP-43Foto: Sabrina Silva/Divulgação
O Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Palmeiras solicitou ao secretário de Estado de Logística e Transportes, João Octavio Machado Neto, a melhoria da rodovia SP-43 que atende as cidades de Suzano, Mogi das Cruzes e Ribeirão Pires. O Conseg apresentou ofício onde argumenta a necessidade de melhorias na via, tendo em vista sua importância para os bairros em que estão localizadas. 
 
Segundo afirma o documento, o trecho da rodovia localizado no bairro Quinta Divisão em Suzano, é um dos mais prejudicados pela falta de manutenção. De acordo com o presidente do Conseg de Palmeiras, Gustavo Ferreira, alguns trecho da rodovia em, Suzano (conhecida no município como Estrada da Quinta Divisão e Estrada do Koyama) carecem de asfalto, acostamento, calçada, iluminação pública e sinalização simples de trânsito. 
 
"Os moradores da região entraram em contato com o Conselho para denunciar a situação do local. Estamos pedindo ao Estado que realize as melhorias solicitadas, tais como colocar dutos para escoamento de águas, limpeza, capinação da via etc. Depois disso pedimos para que a conservação da estrada seja mantida para garantir o bem estar e segurança dos moradores", explica. 
 
A SP-43 é uma rodovia estadual que faz a ligação de três municípios através dos bairros Ouro Fino, em Ribeirão Pires, Quinta Divisão, em Suzano e os distritos de Quatinga e Taiaçupeba, em Mogi das Cruzes. Ainda é citado no documento que as regiões por onde a rodovia passa são habitadas por produtores agrícolas. Dessa forma, a rodovia se torna a única saída para escoar a produção diária, que por conta da precariedade da malha central, é prejudicada, causando perda aos agricultores. 
 
Além disso, o ofício cita que a falta de manutenção e conservação da estrada do trecho de Suzano tem impedido o acesso de transportes às escolas, ao comércio e aos serviços públicos, resultando um "estado de calamidade pública". Ferreira explica que se caso a Secretaria não intervir na rodovia para garantir a manutenção da mesma, o Conselho irá acionar o Ministério Público (MP). 
 
"Queremos que a Estrada seja acessível a todos, inclusive a população dos municípios vizinhos. Sempre existiu a conservação dessa rodovia e de um tempo para cá não tem mais manutenção, é pouco caso da DER (Departamento de Estradas de Rodagem). Se a Secretaria não intervir em uma solução, vamos acionar a Promotoria do Patrimônio Público e Cidadania", diz. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias