Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 28 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/11/2020
GOLDSTAR
GOLDSTAR
Reisinger Ferreira
ERICA ROMÃO
PMMC MULTI 2020 NOV

Pandemia faz Suzano adaptar assistência a pessoas com deficiência

Secretarias de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social moldaram as suas atividades para atender esse público durante a quarentena

Por Carolina Rocha - de Suzano21 MAI 2020 - 10h39
Municipalidade também está ofertando atendimento 24 horas em uma unidade de acolhimento institucional para Pessoas com Deficiência (PCDs) chamada de "Residência Inclusiva"Foto: Jackeline Lima/Divulgação
Junto com a pandemia do novo coronavírus, surgiu também a necessidade de adaptação das ações relacionadas à assistência de pessoas com deficiência. Na cidade de Suzano, as secretarias de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social moldaram as suas atividades para atender esse público durante a quarentena.
 
Na pasta da Educação, Suzano está produzindo materiais pedagógicos de forma que atenda os alunos que precisam de material adaptado conforme suas necessidades, tendo como parâmetro as especificidades de cada deficiência.
 
Além disso o serviço de educação inclusiva que propõe eliminar barreiras na aprendizagem de alunos com deficiência (auditiva, física, visuais e intelectuais) o Atendimento Educacional Especializado (AEE), está realizando atendimentos por meio de chamadas de vídeo com as famílias, dando orientações e ajudando a organizar a rotina das crianças.
 
Já na Secretaria de Saúde, o atendimento a portadores de deficiência física com mobilidade reduzida segue normalmente no período de pandemia. Esse auxílio é realizado pelas Equipes Multiprofissionais de Atendimento Domiciliar (Emad). Esses profissionais fazem pequenos procedimentos e passam informações e instruções aos cuidadores para que os pacientes acamados tenham mais conforto.
 
Na pasta de Assistência e Desenvolvimento Social de Suzano, os atendimentos que eram realizados presencialmente por meio das cinco unidades dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) estão sendo feitos remotamente, assim como os atendimentos realizados pelos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos que é destinado para crianças e adolescentes.
 
Além disso, a municipalidade também está ofertando atendimento 24 horas em uma unidade de acolhimento institucional para Pessoas com Deficiência (PCDs) chamada de "Residência Inclusiva". O local tem capacidade para atender 10 pessoas de 18 a 59 anos. O serviço é ofertado exclusivamente para PCDs que não possuem condições de auto-sustentabilidade e retaguarda familiar.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias