Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 25 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Pane elétrica gera lentidão na Linha 11 e intervalo de 40 minutos entre trens

16 MAR 2016 - 08h00

Os passageiros da Linha 11 - Coral, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), chegaram a aguardar 40 minutos na Estação Guaianazes devido a uma pane elétrica que durou toda à tarde e o início da noite de ontem. Devido a isso, a linha circulou com lentidão entre Guaianazes e a Estação Estudantes, em Mogi. Os moradores de Suzano contam que a jornada de volta para casa, na tarde de ontem, chegou a durar uma hora a mais que o habitual.

Por conta do problema, os passageiros que estavam no trem (sentido Suzano) tiveram que esperar cerca de 40 minutos dentro da composição, que estava com problema. Os usuários de Suzano informaram que precisaram desembarcar do trem e caminhar sobre a linha férrea para embarcar em uma outra composição. O processo de embarque demorou cerca de 30 minutos.

A CPTM informou que o problema, que teve início às 13 horas, ocorreu devido a uma falha técnica na rede de energia em toda a extensão da Linha 11 - Coral. A partir das 14 horas, a informação sobre o problema já havia sido divulgado no site da companhia. De acordo com a CPTM, às 16h30, equipes de manutenção trabalhavam no local para normalizar a circulação, porém a circulação só foi normalizada por volta das 19 horas.

De acordo com a secretária Karen Vieira Cardoso, de 24 anos, que voltava do trabalho para Suzano, a situação na Estação Guaianazes era de superlotação. "Ficou muita gente na estação, totalmente lotada. A maioria optou por pegar ônibus até a cidade de Ferraz de Vasconcelos e Mogi das Cruzes. Quando um trem finalmente saiu da estação estava bastante cheio e meio devagar", explicou a suzanense.

Já a operadora de telemarketing Elizabete Barbosa, de 27 anos, contou que demorou aproximadamente uma hora a mais para chegar a Suzano. "O trem ficou parado em Guaianazes e ninguém avisou qual era o problema. Eu geralmente chego aqui 15h30 ou 15h40, hoje (ontem) só cheguei agora", explicou a suzanense que conversou com o DS quando desembarcava da estação às 16h30.

Insatisfeito com o serviço oferecido pela CPTM, o morador de Suzano, o auxiliar de limpeza Deuzete Silva Ferreira, de 51 anos, contou que muita gente reclamava da situação. "Todo mundo no trem reclamava. Eu venho de São Paulo, do trabalho, pago caro na passagem pra aguentar toda essa demora", desabafou. O estudante Renan da Silva Lopes, de 20 anos, concorda com Ferreira e explicou que não teve problema porque estava indo para casa. "Para mim, ainda é tranquilo porque estou vindo da faculdade para casa, mas demorou bastante tempo", contou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias