Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE

Parque Max Feffer registra 9º ato de vandalismo em nove meses

20 ABR 2016 - 08h01

O Parque Max Feffer registrou ontem o nono ato de vandalismo em nove meses. Os últimos dois casos foram registrados nesta semana. Os reparos já começaram a ser feitos e Boletins de Ocorrência (B.O.) foram registrados.

Segundo a Prefeitura, na tarde de ontem, uma invasão assustou os funcionários da piscina municipal, localizada no parque.Durante o horário de almoço, um dos funcionários ouviu uma movimentação e posteriormente se deparou com cinco indivíduos que arrombaram a porta e estavam usando o espaço sem autorização. O funcionário explicou que a piscina é destinada apenas a alunos da escola pública de natação, mas um dos indivíduos sacou uma faca e fez ameaças. Para preservar a própria integridade, o funcionário se retirou do local.

Os invasores ficaram no espaço por cerca de dez minutos e se evadiram. A Polícia Militar (PM) e a Guarda Civil Municipal (GCM) foram acionadas, mas ninguém foi detido. Mais tarde, as aulas para as pessoas com deficiência (PCD) foram retomadas.

Outras ocorrências

Na madrugada de segunda-feira para ontem, a porta do banheiro público do parque foi quebrada. O estrago pode parecer pequeno, mas no fim de semana os atos de vandalismo acabaram com o setor administrativo. Houve destruição de materiais, furto de documentos e até a área da piscina foi atingida: cadeiras, escadas e outros objetos foram arremessados na água. Além disso, o lixo também foi espalhado em torno da piscina.

"Mais uma despesa para a Prefeitura e para população," lamentou o secretário. "Por sorte, parte dos documentos furtados foi encontrada por um munícipe. Os papéis estavam em uma caixa atrás de algumas árvores aqui no parque mesmo. Mas fica claro que estas depredações só têm o objetivo de complicar a vida de quem utiliza o parque, já que atrapalhando a administração, os serviços oferecidos também são prejudicados", falou o secretário de Esportes, Recreação e Lazer, Rodolfo de Matteu.

"É lamentável que isso aconteça. Peço à população que comunique à Guarda Civil Municipal e até mesmo à Polícia qualquer fato suspeito na área. O parque é público, pertence à população e todos nós devemos zelar por ele. Quem pratica estes atos não ama Suzano e nem ao mesmo deseja o desenvolvimento da cidade", concluiu o secretário.

O DS contabilizou os casos registrados nos últimos nove meses, desde julho do ano passado. Somente o setor da piscina foi invadido três vezes. Além disso, os vândalos já quebraram aparelhos de ginástica, brinquedos, aros da cesta de basquete e refletores, e, furtaram cabos e materiais administrativos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias