Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 20 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/10/2020
PMMC OUT ROSA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Reisinger Ferreira
ÚNICCO POÁ
PMMC MULTI 2020

Patrulha Maria da Penha realiza mais de 15 mil visitas em dois anos

17 JUL 2016 - 08h00

A Patrulha Maria da Penha em Suzano registrou mais de 15 mil visitas efetuadas desde outubro de 2014. Destes, 17 prisões foram feitas. Atualmente, a guarda acompanha 500 mulheres diariamente. Por conta, da atuação da patrulha em Suzano, não houve mais nenhum óbito de violência contabilizado nesses anos. As informações foram concedidas pela coordenadora da patrulha, Rosemary Ferreira Caxito.

A ação da guarda é fazer uma medida protetiva. Geralmente, os casos mais atendidos são de agressões de diversos tipos, lesões corporais e ameaças. Outros como calunia e injúria também são bastante comuns.

ÍNDICE

A localidade com mais ocorrências atendidas pela Patrulha Maria da Penha em Suzano é a região do Rio Abaixo. Em segundo lugar, vem a área central, seguida pelo Distrito de Palmeiras. Já a idade das mulheres atendidas varia de 18 a 60 anos.

O procedimento da patrulha é realizado da seguinte forma: A vítima vai até a delegacia e faz a denúncia. Depois de feito o Boletim de Ocorrência (B.O.), o Fórum emite para a Delegacia da Mulher, que por vez vai atrás do caso.

Rosemary ressalta que houve um aumento na procura das denúncias. Em contrapartida, a patrulha tem agido de forma efetiva, o que vem se refletindo nos números. "Percebemos nesses anos que a procura cresceu bastante, já que a violência está aumentando. Os trabalhos de monitoramento diário estão sendo bem feitos e tivemos números satisfatórios. Esperamos continuar assim e sempre ajudar todas as mulheres que necessitam", ressaltou.

Ela ainda pediu para que as vítimas não se intimidem e façam a denúncia. "Estamos aqui para isso, atender elas e resolver o problema. Suzano tem um grande respaldo e queremos que as mulheres acreditem em nosso trabalho”, finalizou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias