Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 12 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/12/2019
Evatânia Psicopedagoga
Cidades

Plano Verão é lançado em Suzano para minimizar danos causados por chuvas

Ideia é juntar entidades, empresas e as 19 secretarias para divulgar períodos de chuvas e facilitar ações

Por Daniel Marques - de Suzano29 NOV 2019 - 23h04
Plano Verão é lançado pelo prefeito de Suzano para minimizar danos causados por chuvasFoto: Jackeline Lima/ Divulgação
O Plano Verão 2019 foi lançado nesta sexta-feira (29), em Suzano, e começa neste domingo (31). Vai se encerrar no 31 de março de 2020. O evento aconteceu no Cineteatro Wilma Bentivegna.
 
O plano tem como objetivo dar uma resposta rápida para minimizar danos causados pelas fortes chuvas de verão. A ideia é juntar várias entidades e empresas parceiras com as 19 secretarias municipais, para que sejam divulgados períodos de chuvas, facilitando as ações de cada pasta.
 
Para atender às 42 áreas de risco catalogadas no município, a iniciativa define que agentes da Defesa Civil aumentarão o número de diligências, enquanto que a Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos irá reforçar o cronograma de limpeza para garantir o fluxo adequado durante a temporada de chuvas. 
 
Na semana passada, também foi formada a quarta turma do Núcleo de Proteção de Defesa Civil (Nupdec), onde pessoas das comunidades são preparadas para reagir em situações de emergência.
 
O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL), citou ações que estão sendo realizadas, como a limpeza de alguns rios da cidade, e disse que espera que o índice de chuvas seja menor.
 
"São duas ações (sendo adotadas para evitar grandes enchentes): prevenção com as limpezas que estamos fazendo e a outra é muita oração, para que não tenhamos uma grande quantidade de chuvas, como tivemos no começo deste ano", disse o prefeito.
 
O secretário de Segurança Cidadã de Suzano, Antônio Wenzler, citou as chuvas que a cidade recebeu em março e comparou com o mesmo período do ano passado, dando força à declaração do prefeito, que torce por menos chuvas. 
 
"Em março de 2018, a cidade teve um índice pluviométrico de cerca de 90 milímetros. Já em março de 2019, esse índice foi de 530 milímetros. Imagina o volume que é isso", disse o secretário que, em seguida, citou melhorias resultantes dos recentes trabalhos de limpeza na cidade. 
 
"Temos visto o resultado na última chuva dessa semana, que foi de 43 milímetros só na área central. O volume não é tão grande, mas o espaço é curto e não tivemos nenhuma ocorrência de inundação e enchentes", afirmou.
O plano é composto por entidades como Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), EDP São Paulo, Sabesp, Cetesb, entre outras.
 
"As equipes da Defesa Civil estão na rua fiscalizando e vistoriando as situações. Qualquer problema identificado, a gente solicita a secretaria competente, para que seja mitigado (amenizado)", conta o secretário.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias