Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 15 de outubro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/10/2019
Secom Segurança
Villa Europa
Suzano

Plantação de coqueiros no Terminal Norte gera polêmica

Problema apontado pelas pessoas é com relação aos pisos, que foram instalados em volta das raízes de dois coqueiros, e da areia, que foi colocada dentro das caixas onde outros três foram plantados

Por Daniel Marques - de Suzano08 OUT 2019 - 13h06
Plantação de coqueiros no Terminal Norte gera polêmicaFoto: Sabrina Silva/DS
Os passageiros que tomam ônibus e vans diariamente as imediações do terminal Vereador Diniz José dos Santos, o Terminal Norte, questionam a forma como cinco coqueiros foram plantados no local.
 
O problema apontado pelas pessoas é com relação aos pisos, que foram instalados em volta das raízes de dois coqueiros, e da areia, que foi colocada dentro das caixas onde outros três foram plantados.
Segundo os moradores, a forma como as plantações foram finalizadas nos casos com pisos, impedem que a água da chuva escorra até atingir a raiz, prejudicando as árvores. Nas caixas com areia, os moradores pedem a colocação de terra ou adubo.
 
A Prefeitura de Suzano, por meio de nota, afirmou que enviará uma equipe ao local para avaliar a situação e determinar quais medidas podem ser tomadas pela administração. A pasta municipal ainda afirma que o caso não é responsabilidade da Prefeitura.
 
População
 
O aposentado Melquides Borges, 64, aconselha que os responsáveis pela plantação substituam areia por adubo na raiz dos coqueiros. Ele conta que, na situação atual, os coqueiros morrerão. "Tinha que ser bem feito, talvez uma caixa mais estreita com adubo. Além de matar os coqueiros, esse cimento pode machucar o pé das pessoas", diz. Já Roberto Igari, 66, diz que a situação também atrapalha quem fica no ponto aguardando o transporte público. "Por mim, poderiam até tirar tudo. É um ponto de várias linhas, e esses coqueiros incomodam", pede.
 
Além dos problemas na plantação, o próprio ambiente é prejudicial às pessoas. É o que diz Antonio Aparecido Silva, 80. O aposentado reclama do ambiente "agressivo" em que as árvores foram instaladas. 
 
Para ele, elementos no ar liberados pelos veículos matam as folhas mais novas. "O ambiente é horrível. Tem poeira e fumaça dos escapamentos dos ônibus e dos carros. É horrível para as árvores", relata.
 
Na contramão dos outros relatos, Antonio pede para que coloquem mais areia nas caixas. Esse considera essa ação essencial para a saúde das árvores. "O coco adora areia. Os coqueiros mais bonitos estão nas praias", diz.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias