Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 24 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

PM monitora Centro e considera roubos em lojas casos atípicos

03 NOV 2015 - 07h01

Os centros comerciais de Suzano sofreram na semana passada com assaltos a lojistas. Grandes redes foram alvo de bandidos, que chegaram a roubar mais de R$ 80 mil em mercadorias e dinheiro. O tenente-coronel do 32º Batalhão da Polícia Militar Metropolitana (32ºBPM), Paulo Merino, disse que medidas de prevenção contra assaltos e furtos são realizadas diariamente para diminuir as ocorrências. "Já conseguimos diminuir bastante o furto de carros na região, por exemplo. Para isto, fazemos um acompanhamento dos casos criminais que ocorrem na cidade e encaminhamos patrulhamento para as regiões com maiores incidências", contou o tenente coronel Merino.

De acordo com 32º Batalhão, os casos ocorridos nos últimos dias são atípicos.

Um dos casos mais recentes de assalto em Suzano aconteceu na última quarta-feira, na Avenida Francisco Marengo, no Dona Benta, com o assalto da Lojas Cem. Os três bandidos que invadiram o local, levaram cerca de R$ 80 mil em mercadoria. Os três assaltantes foram presos na mesma noite. Outro caso aconteceu na loja Casas Bahia, na Rua General Francisco Glicério, Centro, com perda de aproximadamente R$ 2,5 mil.

"Acreditamos que estes casos foram ocorrências isoladas, casos atípicos. Por isso continuaremos com o patrulhamento que já acontece na área central e com estas ações preventivas, de deslocamento de patrulhas em regiões de maiores ocorrências", pontuou Merino.

ACE

A Associação Comercial e Empresarial (ACE) de Suzano informou que entrou em contato com a Polícia Militar após os assaltos ocorridos. "Estamos observando esse aumento de assaltos nos centros comerciais e entramos em contato para evitar futuras ocorrências. Vamos entrar em contato novamente com a polícia, com quem a Associação tem uma relação muito boa, para estudarmos medidas a serem tomadas", contou Rodrigo Ashiuchi, diretor de Marketing da ACE.

Ashiuchi comentou ainda que não acredita que os casos sejam atípicos. "Já temos mais de um, não acredito que podemos considerá-los isolados. Por isso solicitaremos que seja realizado patrulhamento nos centros comerciais dos bairros como Dona Benta e Miguel Badra, além de um maior reforço agora, na época de vendas natalinas", pontuou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias