Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 13 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/12/2017
mrv

‘Poços’ de obra da SP-66 serão reabertos em 2018 após conclusão de licitação

Expectativa é de que os poços sejam reabertos em meados do primeiro semestre de 2018. Neste local, obra vai durar um ano

Por Marília Campos - De Suzano30 SET 2017 - 14h01
Poços serão reabertos na SP-66 para que obra de interceptor possa ser concluídaFoto: Bruna Nascimento/Divulgação
A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) publicou, nesta semana, uma nova licitação para a retomada das obras de interceptor coletor, localizado na Avenida Major Pinheiro Froes, na divisa com Poá. A expectativa é de que os poços sejam reabertos em meados do primeiro semestre de 2018. Em entrevista ao DS, o engenheiro coordenador de empreendimentos da Sabesp, Flavio Durazzo, detalhou a continuidade do serviço que deve ser totalmente concluído em três anos.

Após o fechamento dos poços na via, a Sabesp abriu uma nova licitação para dar continuidade à construção do ITI-16, que ampliará o tratamento de esgoto de um m³/s para três m³/s. No momento, as empresas interessadas estudam o pacote. "A licitação deve ser aberta à concorrência no fim de novembro. É uma obra linear. A gente faz com túneis para causar menos impacto, 90% já está pronto. Faremos a abertura dos sete poços ao longo da avenida", disse o engenheiro. 

A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) vai tratar 100% do esgoto coletado em Suzano e os resíduos de Poá, Ferraz de Vasconcelos e parte de Itaquaquecetuba e Arujá. As obras seguem na terceira etapa e a expectativa é de que o processo na Avenida Major Pinheiro Fróes seja concluído em um ano. Contudo, o trabalho completo é esperado para daqui a três anos. 

"As propostas serão abertas e aí tem um prazo para recursos, de quem não ganhou a licitação, e a revisão de autorização de serviço é no primeiro semestre, calculo mais ou menos em abril. Serão os poços reabertos para dar continuidade em 570 metros de obra, o grosso já está pronto. Creio que em um ano a gente consiga sair desta rua. É um projeto que engloba Poá, Itaquá, Suzano e Ferraz. Essa é uma obra da terceira etapa que ficou para trás por problemas contratuais", relembrou. 

O contrato com a empresa Heleno & Fonseca, responsável pela execução da ampliação, foi encerrado em janeiro de 2016. A previsão inicial de conclusão era para 2013. O investimento está avaliado em R$ 68,6 milhões, financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, e deverá beneficiar 370 mil moradores do Alto Tietê. De acordo com assessoria de comunicação da Sabesp, todas as etapas das obras serão devidamente informadas à população, conforme a execução, a fim de evitar contratempos. 
 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias