Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quarta 25 de maio de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/05/2022
CAMPANHA INSTITUCIONAL 2022 - PI 49989 TOPO
COVID CENTRO MÉDICO
Aumento

Preço das cestas básicas cresce 10% nos supermercados

Profissionais relatam que motivo foi a alta inflação em cima dos alimentos básicos, alterando o valor

Por Guynever Maropo - de Suzano19 JAN 2022 - 10h55

O preço das cestas básicas subiu cerca de 10% em relação ao ano passado em Suzano. Segundo pessoas que trabalham no setor de vendas de produtos alimentícios, o motivo foi a alta inflação em cima dos alimentos básicos, alterando o valor.

Existem dois tipos de cesta básica, uma composta por mais itens e outra com menos produtos. Apesar da diferença, ambas fazem o papel de cesta básica contendo alimentos que são necessários para uma alimentação adequada para uma família durante um mês.

Nesta segunda-feira, o DS percorreu três mercados de Suzano e comparou os valores que variam de R$ 78,99 a R$ 83,90.

De acordo com o gerente do mercado Comercial Esperança, André Varela, o mercado está oferecendo apenas o tipo B de cesta básica, que é composta por 20 itens.

“Está custando R$ 78,99 e teve um acréscimo de 10% em relação ao ano passado. Justamente pela composição dos itens que vem nela e que tiveram o valor alterado pela alta inflação”, explica.

Os itens que contem na cesta são: 5kg de arroz, 2kg de feijão, 3kg de açúcar, 2 litros de óleo, 1,5 kg de macarrão, 1kg de farinha de trigo, 1kg de sal, 1 pacote de fubá de milho, café torrado, atum ralado, molho de tomate e uma goiabada.

“As pessoas optam por comprar a cesta básica montada por ser mais barata. Se comprar cada item unitário terá um acréscimo de 15% em cada item”, conclui Varela.

No momento, o mercado Nagumo ainda não está oferecendo as cestas básicas. Mas apesar disso, segundo o gerente Jador Ferreira, “o preço das cestas básicas vai continuar a mesma em relação ao ano passado”, afirma.

Para os clientes dos mercados a cesta básica compensa pelo valor. No entanto, eles não optam em levar as cestas básicas e pagam pelo preço unitário de cada alimento.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias