Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 27 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/11/2020
ERICA ROMÃO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Reisinger Ferreira
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC MULTI 2020 NOV
Em todo o Alto Tietê

Prefeitos eleitos terão desafio de cumprir 1,1 mil propostas de governo em 4 anos

Com o fim das eleições, gestores eleitos e reeleitos têm compromisso com a população

Por Daniel Marques - de Suzano22 NOV 2020 - 05h00
Propostas para melhoria de hospitais constam em planos de governoFoto: Regiane Bento/DS
Os dez prefeitos eleitos e reeleitos do Alto Tietê têm, ao menos, 1,1 mil propostas de campanha para cumprir ao longo dos próximos quatro anos de mandato. 
 
Entre os novos gestores já eleitos, Marcia Bin (PSDB), a esposa do ex-prefeito Testinha, é uma das que mais apresentaram propostas. Em seu plano de governo, a nova prefeita de Poá tem 174 projetos. 
Propor a criação de uma Comissão da Educação, a fim de emitir parecer técnico para reorganização do estatuto e demais legislações pertinentes a educação; aumentar o efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM); e implantar o núcleo de enfrentamento à violência doméstica são algumas das propostas contidas no plano de Marcia Bin.
 
Enquanto não sai o resultado do segundo turno em Mogi, o que ocorrerá no próximo dia 29, entre Marcus Melo (PSDB) e Caio Cunha, há, entre os dois, ao menos, 236 e 157 propostas, respectivamente. 
Quem também tem propostas é o eleito Luis Antonio de Camargo (PSD), o Dr. Camargo, novo prefeito de Arujá, com 153 propostas no plano de governo.
 
Entre elas, a construção de um hospital público municipal; a qualificação da GCM para uso de armamento; e a reestruturação dos sistemas de informações relativos ao ensino, criando capital intelectual para a cidade.
Rodrigo Ashiuchi (PL), prefeito reeleito em Suzano, aparece com 142 propostas. 
Informatizar as escolas; ampliar a cobertura de monitoramento por câmeras; e fortalecer o Programa de Saúde da Família (PSF) são algumas delas.
 
A lista segue, com Carlos Alberto Taino Junior (PL), o Inho, que tem 120 propostas em seu plano de governo para Biritiba Mirim. 
 
Entre as propostas estão a de construir o Centro de Segurança Integrado (CSI); mais creches; além de recuperar os postos de saúde da cidade.
 
Na quinta posição na lista dos candidatos que mais prometem, está Vanderlon Gomes (PL), prefeito reeleito de Salesópolis, com 94 propostas no plano de governo. Algumas das promessas são aumentar a oferta de vagas em creches; implantar o Estratégia Saúde da Família (ESF), além de instalar um sistema de monitoramento por câmeras na cidade. Em seguida, vem Eduardo Boigues (PP), prefeito eleito em Itaquaquecetuba. Ele tem 91 propostas, incluindo a implementação gradativa do ensino integral; o deslocamento da GCM para os locais de maior fluxo de pessoas; e ampliar, readequar e modernizar os equipamentos de saúde existentes.
 
Carlos Augusto Chinchilla Alfonzo (PSL), o Dr. Carlos Chinchilla, traz 83 promessas em seu plano de governo para a Prefeitura de Santa Isabel. 
 
Ele deseja ampliar o monitoramento da cidade junto à sociedade civil; formar uma comissão permanente para avaliação periódica do sistema de ensino; e implantar ações de melhorias, sobretudo na rede de atenção básica.
Em Guararema, o prefeito eleito José Luiz Eroles Freire (PL), tem 57 propostas. 
Ele propõe a implementação de um hospital; a ampliação do sistema de câmeras de monitoramento da cidade; e o aumento no número de vagas em creches da cidade.
 
A lista, que começa com a prefeita eleita de Poá, termina com a de Ferraz. Priscila Gambale (PSD) tem 55 propostas em seu plano de governo que pretende colocar em prática. 
Entre elas, a criação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas; a reforma de todas as escolas municipais; e a implantação de uma central de monitoramento com 150 câmeras.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias