Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 01 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 01/10/2020
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Previdenciários esperam até 3 meses para dar entrada na aposentadoria

22 MAI 2016 - 08h00

A greve dos funcionários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Suzano - realizada de agosto de 2015 a janeiro deste ano - é um dos fatores apontados para justificar o aumento do tempo de espera dos previdenciários para dar entrada ao processo de aposentadoria. Do agendamento até o atendimento final, os trabalhadores têm aguardado até três meses. As informações foram divulgadas pela assessoria do INSS/SP.

De acordo com o órgão, em abril de 2015, os atendidos pela agência da Previdência Social em Suzano esperavam em média 35 dias para iniciar o processo por idade e 39 dias por tempo de trabalho. Em abril deste ano, quem precisou dar entrada no procedimento para se aposentar por idade aguardou 119 dias, enquanto quem buscava a aposentadoria por tempo de serviço esperava 130 dias.

"A demora entre o agendamento e o efetivo atendimento ainda se deve ao acúmulo de serviços provocado pela greve dos servidores administrativos. Isso porque, somados aos agendamentos do período de paralisação, novos pedidos foram marcados com a normalização das atividades", explica a assessoria.

Para modificar a situação, o INSS atua de acordo com o pacto firmado com a entidade representativa dos servidores, que prevê a reposição das horas paradas por meio da execução de atividades como reforço no atendimento ao público e na análise de processos que ainda não foram concluídos.

Em contrapartida, o público que necessita de agilidade no atendimento padece com a demora. A advogada Maria Rodrigues Martins conta que trabalha neste setor e revela que conseguiu, na última quarta-feira, agendar a consulta para um cliente. O procedimento foi feito pela internet, mas o atendimento só será realizado em agosto. "Se a pessoa vai se aposentar por idade o benefício pode sair no mesmo dia do atendimento. Mas se ela vai aposentar por tempo de trabalho a liberação pode demorar até 30 dias", adianta.

Maria frisa que o atendimento na unidade suzanense é eficiente e organizado, mas concorda que o tempo de espera não é razoável, pois quem tem urgência não dispõe de três meses sem o benefício.

A auxiliar de serviços gerais, Ilda de Souza, completa que a burocracia para ter direito a aposentadoria aumentou e mesmo quando o direito ao benefício é visível há dificuldades. "Fui afastada definitivamente por deficiência física. No entanto, deixaram de me pagar e não querem aceitar o laudo médico. Neste momento não tenho condições de voltar ao trabalho e precisei contratar um advogado", lamenta.

PROCESSO

Em Mogi das Cruzes a situação é semelhante. Para se ter uma ideia em abril de 2015 quem buscava se aposentar por idade espera apenas três dias para ter atendimento. No mesmo mês deste ano o período de espera subiu para 33 dias. Em contrapartida, antes os previdenciários que davam entrada ao processo por tempo de trabalho aguardavam pouco mais de um mês para ter atendimento, isto é 39 dias. Agora, o tempo de espera subiu para 104 dias, ou seja, mais de três meses.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias