Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 06 de julho de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 04/07/2020
Em Casa

Projeto de Saúde propõe internações domiciliares de pacientes na região

Ação pode reduzir em até 30% a ocupação do hospital. Proposta foi encaminhada ao Estado

Por Carolina Rocha DA REPORTAGEM LOCAL23 FEV 2020 - 05h00
HOSPITAL REGIONAL DE FERRAZ Expectativa de internações domiciliaresFoto: ARQUIVO/DS
O diretor do Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, Dr. Osíris Florindo Coelho, Luiz Antônio do Nascimento, vai propor ao Estado a possibilidade de implantação de internações domiciliares. 
 
A intenção da ação é de reduzir a ocupação do hospital em até 30%. Ele falou da proposta durante o programa DS Entrevista.
 
Segundo o diretor, alguns estudos estão sendo feitos neste sentido, para que pacientes que tenham diagnósticos de baixa complexidade ou que estejam aguardando cirurgia, possam esperar pela operação em suas residências. Atualmente, o paciente fica internado no hospital, aguardando para realizar o procedimento.
 
Nascimento explica que o paciente não terá alta neste sistema. "Em casos onde vai ser programada uma cirurgia para daqui a uma semana, por exemplo, uma fratura de mão, de braço, de ombro, algo que não traz tanto risco de vida a esse paciente, ele pode aguardar. Seria uma internação domiciliar. Ele não vai receber alta. Vão ser dados os medicamentos e algum cuidado para ele e no dia que for marcada a cirurgia ele retorna ao hospital".
 
"Nesses casos a gente pode fazer a internação domiciliar, para podermos desafogar o hospital e deixar para casos mais graves. Assim a gente visa desafogar as nossas enfermarias com esses pacientes de baixa complexidade. Com isso, a gente vai dar atenção aqueles pacientes que estão no corredor e que são de alta complexidade", conta o médico.
 
O diretor também disse que um documento será redigido pela Secretaria de Saúde de Ferraz, para que este pedido seja normatizado. 
 
Segundo o médico, esta prática já é realizada por hospitais particulares sob o nome de Home Care (atendimento domiciliar). Neste caso, profissionais da saúde acompanham o paciente que precisa de cuidados médicos durante tratamento ou recuperação, este podendo ser contínuo ou temporário.
 
Na rede pública, o programa 'Melhor Em Casa' atende à população com atendimentos domiciliares. O projeto é realizado em parceria com o Governo Federal e o Ministério da Saúde e prevê um serviço de atenção domiciliar para pacientes que apresentem dificuldades de locomoção, seja esta definitiva ou temporária. O programa também prevê este cuidado para casos onde o tratamento em casa seja mais adequado para o paciente. A ação ajuda a diminuir internações desnecessárias, evitando assim a lotação de hospitais e o risco de infecções hospitalares.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias