Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 30 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/11/2020
PMMC NOVEMBRO AZUL
Reisinger Ferreira
PMMC MULTI 2020 NOV
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ERICA ROMÃO

Protesto fecha a Índio-Tibiriçá nos dois sentidos e provoca 4 km de trânsito

30 JAN 2016 - 07h01

Um protesto de moradores do bairro Caulim, no Distrito de Palmeiras, fechou a Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31) - na altura do quilômetro 58 - nos dois sentidos, provocando quatro quilômetros de lentidão (dois em cada lado da pista). Cerca de 100 moradores participaram da manifestação. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram até o local, com o objetivo de liberar a rodovia. Os manifestantes pediram melhorias para o bairro.

A manifestação começou por volta das 18h30 e durou cerca de uma hora. Ao todo, 12 viaturas da polícia foi até o local, sendo oito da Polícia Militar (duas eram do 17º Batalhão, localizado em Mogi) e quatro da Polícia Militar Rodoviária. Além disso, um caminhão dos Bombeiros foi acionado para apagar as chamas colocadas em pneus e pedaços de troncos de árvore, usados para bloquear a rodovia.

A Polícia Militar chegou a usar escudos para se aproximar do local onde os manifestantes atearam fogo nos materiais. Uma fumaça preta tomou conta de parte da rodovia. Após conversa com os manifestantes, o fogo começou a ser apagado pelos Bombeiros por volta das 19h30. Após este processo, aos poucos os materiais foram retirados e a pista foi sendo liberada. Além das pessoas que faziam protesto, alguns moradores do bairro foram até o local acompanhar a ação.

A solicitação é de que melhorias sejam feitas no bairro. "O motivo real do nosso protesto é reivindicar melhorias para o nosso bairro, que está totalmente abandonado", disse Railson Ferreira Santiago, um dos organizadores do protesto. Ele afirmou que várias solicitações foram feitas na Secretaria de Obras e Infraestrutura e para os vereadores de Suzano. "Hoje a gente está mostrando para estas pessoas que o Caulim tem pessoas de bem, interessadas e líderes de verdade". (colaborou Maurício Sumiya)

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias