Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 19 de janeiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/01/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
GOLDSTAR
CENTRO MÉDICO CLUBE DS  - OFTALMOLOGIA

Reajuste de 4,82% da tarifa de energia elétrica atinge 510 mil consumidores no Alto Tietê

Decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) entrou em vigor nesta quarta-feira (2) e vale para todo o País

Por de Suzano04 DEZ 2020 - 05h00
Pelo menos 510 mil consumidores pagarão 4,82% mais caro na contaFoto: Regiane Bento/DS
Pelo menos 510 mil consumidores pagarão 4,82% mais caro na conta de energia elétrica no Alto Tietê.
 
O reajuste foi autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Segundo a EDP, oito cidades da região são atendidas pela concessionária: Biritiba, Ferraz, Mogi, Suzano, Itaquá, Guararema, Salesópolis e Poá.
 
Além disso, a Agência decidiu reativar o sistema de acionamento das bandeiras tarifárias. Adecisão entrou em vigor nesta quarta-feira (2) e vale para todo o Brasil.
 
O órgão determinou bandeira vermelha no patamar 2. O valor é de R$ 6,243, para cada 100 quilowatts utilizados. Por conta da pandemia da Covid-19, a Aneel manteria bandeira verde até o dia 31 de dezembro. Contudo, por causa da queda do nível de armazenamento em reservatórios das hidrelétricas e a volta do consumo de energia, a empresa decidiu mudar os planos. A empresa recomenda que os consumidores evitem o desperdício de água e energia após a decisão e passou algumas dicas, como: tomar banhos curtos (até 5 minutos), utilizar a temperatura morna durante o verão, olhar as potências do chuveiro e fazer cálculos do seu uso. 
 
Para quem utiliza ar-condicionado, as recomendações e para que deixe as portas e janelas abertas em locais que utilizam o aparelho. A Aneel orienta que os filtros dos aparelhos estejam limpos, diminuir ao máximo o tempo de uso e adicionar cortinas nas janelas que recebem sol reto. 
 
Ainda segundo órgão, é essencial não ficar com a porta das geladeiras abertas por muito tempo, regular a temperatura interna (seguindo o manual de instruções), não guardar alimentos quentes dentro do aparelho, não utilizar a parte de trás para secar panos (deixando espaço para a ventilação), não cobrir as prateleiras e, sempre que possível, descongelar e olhar as borrachas e vedação da geladeira.
 
Para iluminação, é recomendado utilizar uma luz natural ou lâmpadas econômicas e deixar apagada, sempre que sair do local. 
 
Sempre que for passar roupas, a empresa sugere juntar todas as vestimentas e passar de uma vez, nunca deixar o ferro de passar ligado caso esteja fazendo outra coisa e separa-las por tipos, começando das que exigem uma temperatura mais baixa. Por fim, quem utiliza aparelhos stand-by, a recomendação é tirar os aparelhos da tomada caso necessite se ausentar por muito tempo.
 
Bandeiras Tarifárias
 
O sistema foi criado pela ANEEL para fazer o consumidor entender como se encontra as condições da energia e as despesas de geração no País. Os aumentos das tarifas ocorrem quando a produção de energia hidrelétricas não esteja favorável. Neste caso, são ativadas as bandeiras amarela e vermelha 1 ou 2. Quando produção está favorável, a bandeira verde é acionada e não ocorre aumento nas tarifas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias